– Deus não criou o homem para ser um “esmoler” a beira do caminho.
– O QUE PODE COLOCAR UMA PESSOA A BEIRA DO CAMINHO NA VIDA.
– Enfermidades “espirituais e emocionais”. Este homem tinha uma enfermidade física que o debilitava também emocionalmente.
– Desistência – os que desistem da corrida da fé. Na corrida de São Silvestre que acontece uma vez por ano, os que vão desistindo, vão ficando a beira do caminho.
– Quando o carro quebra ou acaba o combustível – para na beira do caminho. Assim também acontece com muitas pessoas.
– Quando a cura deste homem começou?
– Ouviu – Perguntou – Clamou: As nossas atitudes diante dos problemas da vida determinam nossa vitória ou derrota. Tudo depende de como você age e reage diante do seu problema.
– Quando ele ouviu falar que “Jesus Passava” (Lc 18 : ).
– Quais são as lições que podemos aprender com a experiência deste homem:
I) MUITAS OPORTUNIDADES SÃO ÚNICAS.
1. Sucesso é a somatória de Vocação + Preparo + oportunidade + trabalho = sucesso. Quando ele perguntou, lhe informaram que passava por ali Jesus, em outras palavras, “diante dele passava sua grande oportunidade”. (Lc 18:36) A verdade é que a oportunidade sempre passa, porém nem todos levam a sério. É provável que houvesse outros cegos, enfermos na mesma rua, na mesma calçada, porém a Bíblia registra apenas aquele que não deixou passar a “oportunidade”.
– Ele não tinha visão, mas tinha tato, paladar, olfato e AUDIÇÃO. As oportunidades são para aqueles que sabem usar o que tem, para buscar aquilo que lhe falta.
– Se você quer ser uma pessoa bem sucedida na vida, não brinque com as “oportunidades” que passam por você, por muitas não se repetem.
– Ele não deixou para depois. Muitos perdem o que Deus preparou por deixam para o outro dia, o outro mês, o outro ano…
– Quem não leva a sério as oportunidades passam, amanhã vai sofrer com a dor do arrependimento. Jacó sabia disso, por esta razão ele agarrou o anjo… (Gn 32:26)
II) PARA ALCANÇAR OBJETIVOS ELEVADOS É PRECISO SUPERAR OBSTÁCULOS (Lc 18: ).
1. Obstáculos internos: Medo de não ser atendido, complexo de inferioridade, pessimismo, será que vai dar certo, conformismo, não sou o único, tem tantos igual a mim etc.
2. Obstáculos externos: Forças espirituais que lutam para nos impedir de alcançar, pessoas que não querem ver nosso triunfo. Você tem um pequeno grupo que torce pelo seu sucesso e um grande grupo de pessoas que torce contra o seu sucesso. Nem todos os que estão perto de você deseja que você vença, triunfe, chegue lá. Isso faz parte da vida.
3. Os campeões sempre superam os obstáculos internos e externos.
4. Ele venceu a si mesmo e aqueles que não queriam a vitória.
5. Tudo o que é muito fácil não tem valor.

III) NÃO IMPORTA ONDE E COMO O HOMEM ESTEJA, DEUS SE IMPORTA COM A SUA VITÓRIA (Lc 18: ).
1. Jesus parou para alguém que vivia à margem da sociedade.
2. Jesus viu a imagem de Deus no homem.
3. Jesus se importou com aquele homem.

IV) A ORAÇÃO DE UM HOMEM DETERMINADO A VENCER PODE TORNAR IMPOSSÍVEL EM POSSIBILIDADE (Lc 18: ).
1. Um clamor de alguém que conhecia quem estava passando por ali: “Jesus, filho de Davi” – um titulo messiânico.
2. Um clamor persistente. Não paro de orar enquanto Deus não parar a fim de me curar. “Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate abrir-se-lhe-á”. (`Mt 7:8)
3. Um clamor que revelava certeza absoluta de que Aquele que passava por ali era poderoso o suficiente para fazer o impossível acontecer.

V) QUERER – É O PRIMEIRO PASSO PARA A SOLUÇÃO DO PROBLEMA (Lc 19: ).
1. Muitos precisam mas não querem.
2. Deus não empurra a porta, ele espera que você abra.
3. Não basta precisar, é necessário “querer”.
4. Por que muitos precisam, mas não querem? Ser curado da cegueira implica em mudanças, e não são todos que desejam assumir responsabilidade. Não são todos que estão dispostos à mudanças radicais na vida. Preferem viver de esmola, do que ir a luta, trabalhar, suar a camisa para sobreviver.

VI) JESUS O CUROU ESPIRITUALMENTE (Lc 18: ).
1. Este homem foi curado, restaurado integralmente. Seu espírito (Salvação) sua alma (ganho senso de valor próprio) e seu corpo (passou a enxergar).
2. Deixou de ser o lixo da sociedade.
3. Ganhou um ideal para o qual viver.

PrJosuéGonçalves