A GUERRA ENTRE A IGREJA E O INFERNO (Mt. 16: 18)


· Jesus disse que não veio trazer paz mas sim guerra. E esta guerra está declarada e é real. Ap. 12: 1 a 7.
· A igreja e o inferno são inimigos declarados. Por mais que os homens queiram fazer paz entre a igreja e o inferno, não tem jeito. Não existe paz entre um e outro e nunca haverá.
· Segundo o que Jesus falou, cabe a igreja atacar o inferno, cabe a ela invadir o inferno e saqueá-lo. Mt. 12: 22a 30.
· Se a igreja não atacar o inferno com certeza o inferno vai invadir a igreja e vai saqueá-la.

1º PARTE: A IGREJA SAQUEANDO O INFERNO

· A palavra pregada na igreja é uma das formas que há para ela saquear o inferno.
· A palavra pregada como ela é, ela traz espírito e vida para quem a ouve, fazendo com que todas as obras do inferno na vida dos que ouve caiam por terra. Jô. 6: 63.
· O poder de Deus na Sua Palavra, palavras com autoridade, palavra profética, palavra revelada é fundamental para desvendar as obras do inferno oculta na vida de quem ouve, trazendo assim a libertação. ICor. 2: 4, 5.
· A palavra acompanhada dos sinais trazendo cura libertação, sinais e prodígios, são outra arma para saquear o inferno. Sarando os enfermos, e libertando os possuídos por espíritos maliguinos.
· Vencendo assim o inferno na vida daqueles que participam dos cultos. Lc. 10: 19 , 20; Mc. 16: 15 a 18.
· A palavra de ensino, capacitada para destruir os raciocínios libertando assim quem ouve dos entendimentos maliguinos.
· A palavra de Deus em seus pensamentos é outra forma de saquear o inferno. IICor. 10: 3 a 5.
· O ensino da palavra de Deus liberta quem ouve fazendo com que ele tenha mudança de vida. Ele deixa de ser carnal e tornando-se Espiritual. Vindo assim a ter uma experiência pessoal e inesquecível co o Senhor Deus. Rm. 8: 1; I Co 2: 9 a 16.
· Os ensinos das doutrinas bíblicas levam ao arrependimento, ao batismo nas águas; a libertação e a cura pela imposição das mãos, são fundamentais na vitória da igreja contra o inferno. Hb. 6: 1,2.
· O evangelismo é a maior forma da igreja mostrar ao inferno que ela não está para brincadeira, e que as portas do inferno não vai prevalecer contra ela. Lc. 21 a 23; At. 8: 4 a 8.
· Ensinos que levem o crente a levar uma vida de jejum, oração e a ler muito a palavra de Deus é imprescindível; para libertar o crente das obras do inferno. I Ts 5: 7; Sl 119:11; Sl. 35: 13.
· Levar o crente de volta aos tempos apostólicos, tempo em que a igreja atropelava o inferno. Jr. 6: 16

2ª PARTE: O INFERNO INVADINDO A IGREJA

· O inferno possui a suas armas e os seus meios para invadir a igreja.
· _MUNDO_ Cada vez que a igreja deixa o mundo e as suas obras entrar dentro dela o inferno entra junto.
· O mundo tem que ser invadido pela igreja e não ao contrário. IJõ… 5: 19; IJõ.2: 15.
· A igreja hoje em dia vai muito atrás do Marketing, atrás das estratégias do mundo, usa os meios do mundo para encher. Quando ela deveria depender somente do Espírito Santo para fazer a obra. Jô.14: 25, 26; Is. 30:1 a 3.
· As pregações para agradar o crente, pregar o que o crente quer ouvir, isto é pregação humana, não salva e não trás mudança na vida de ninguém. Isto é o inferno dentro da igreja. Mt. 15: 8,9; Mt. 16: 6, 11,12; IICor. 4: 1,2.
· Doutrinas que não trás mudanças, que mais é um jugo pesado.
· Doutrinas que serve mais para a satisfação da carne, isto também é o inferno dentro da igreja, pois o jugo do Senhor é suave, e a doutrina do Senhor é para satisfazer o espírito. Mt. 11: 25 a 30; Cl. 2: 20 a 23.
· Culto irracional, sem a direção do Espírito Santo, onde se tem tempo para tudo e para todos, menos para a Palavra.
· A medida em que estamos tirando a Palavra do culto, estamos abrindo espaço para o inferno entrar. Mat. 4:1 a10; Hb. 4:12,13.
· Neófitos na direção, pessoas sem chamado ministeriais, Sem unção de Deus, pessoas que não foram provadas e nem aprovadas por Deus.
· Hoje se compra até unção para pastor. È Deus quem ungi e separa. À medida que pessoas ocupam estes lugares sem a unção de Deus, isto é o inferno dentro das igrejas. I Tm. 3: 1 a7; IITm.2: 15.
· Hoje as igrejas têm muitos sinais, mas estes sinais não são os sinais que a Palavra fala. Os sinais que acontece nas igrejas precisam testificar com a Palavra, se não testificar é o inferno dentro da igreja. Jô. 15: 26; ITm. 4: 1._
· A igreja não faz trabalho de cura e libertação. O trabalho agora se limita só em palavras persuasivas de sabedoria humana.
· A falta dos sinais já mostra o domínio do inferno dentro da igreja. ICor. 2: 4,5; At. 16: 16 a 18; At 14:7 a 10; Is. 28: 15; Is. 3: 12.
· As igrejas estão acomodadas, a falta de evangelismo, vigília, reunião de oração com autoridade repreendendo as obras do diabo. Tudo isto mostra que a igreja está descansando, acomodada, não quer saber de lutar com o inferno.
· O descanso e a acomodação são o inferno dentro da igreja. Zc. 11: 7 a 15; Mq. 2: !6(a).
· A falta de ensino sobre as atuações do maligno, já mostra o agir do inferno dentro da igreja.
· Pois a igreja tem a obrigação de estudar o inimigo, porque estudar o inimigo é sabedoria.
· Pois se não estudarmos podemos ser surpreendido Por ele. IPd.5: 8; Ef.6: 10 a 20;Ef. 4: 27; IICor.11: 12a 15.

AUTOR: Pr. Ev. Sérgio Lopes

Gostou deste esboço? Receba outros esboços gratuitamente.