A missão de Jesus

            O ponto-chave desta perícope é o verso 31 e 32. Nestes versos podemos compreender o propósito principal de Jesus na visão de Lucas: “chamar os pecadores ao arrependimento”. Aqui vemos Jesus se relacionando com as pessoas mais desprezadas da sociedade, considerados traidores. O cobrador de impostos, conforme a profissão de Levi era geralmente de origem judia, mas que trabalhava para o governo dominador, no caso os romanos. Os cobradores de impostos eram considerados ladrões e traidores, e por isso eram desprezados e considerados pecadores. O Evangelho de Lucas nos mostra o interesse de Jesus em estar próximo dessas pessoas. A um desses cobradores ele disse: “Segue-me”.

O discipulado de Jesus

            Podemos aprender pelo menos três características do discipulado de Jesus: 1) estava próximo aos pecadores (v.27a,30); 2) Exercia influência sobre as pessoas (v.27b,28); 3) Treinava discípulos e os enviava (v.29).
            No verso 27a podemos perceber Jesus indo ao encontro de Levi. O primeiro passo foi de Jesus que se aproximou e fez o melhor convite que Levi tinha recebido ao longo de sua vida: Segue-me. O verso 32 relata o propósito principal de Jesus que é “chamar os pecadores ao arrependimento”. Sendo assim, ele não poderia deixar de andar com o seu público-alvo: os pecadores. Seu alvo era atingir os pecadores e levá-los ao arrependimento, ou a mudança de vida.
            A palavra de Jesus foi impactante na vida de Levi. Apenas uma palavra, segue-me, foi o suficiente para esse cobrador de imposto deixar tudo e seguir a Jesus. É lógico que para Levi tomar tal atitude ele estava convencido que Jesus tinha uma proposta de vida. A autoridade e influência de Jesus levaram Levi a uma postura radical de deixar tudo pela causa de seu novo Mestre. Levi passou a seguir a Jesus deixando tudo para trás.
            O verso 29 diz que Levi fez um grande banquete em sua casa para Jesus e chamou seus amigos. Talvez o desejo de Levi fosse que seus amigos conhecessem o Jesus que ele conheceu. Assim como Levi foi alcançado pela graça de Deus, assim ele foi “instrumento” desta graça para alcançar seus amigos e parentes.

Conclusão

            A essência do discipulado de Jesus está em “chamar os pecadores ao arrependimento”. Para isso ele devia estar junto com os pecadores e chamá-los para uma nova vida, um novo caminho. Então, o pecador redimido era convencido a levar a mensagem adiante para outras pessoas.

 

Fonte: Daniel Stephen