A UNÇÃO FAZ A DIFERENÇA
Texto: 1 Sm. 16:13; 17:1-58, Lc 4:18,19.
Há lições preciosas para aprendermos neste relato da surpreendente façanha de Davi no vale de Ela. Podemos dizer que há aqui elementos chaves que são as verdadeiras lanças e espadas da batalha espiritual. Vemos que a obra e a guerra cristãs são ilustradas neste episódio.
1.     Davi – o amador ungido, (1 Sm. 16:13).
2.     Saul – o profissional ex-ungido, (1 Sm. 18:6-18).
3.     Eliabe– os profissionais não ungido, (1 Sm. 16:7).
4.     Golias e os filisteus– os profissionais anti-unção (1 Sm. 17:42,44).
Quase que Samuel unge a pessoa errada. Um erro que qualquer lider pode cometer, por mais experiente que seja (1 Sm. 17:2,3 e 6). O perigo de se impressionar com a aparência. “… viu a Eliabe, Abinadabe (v.8) e Sama (v.9). Davi era o caçula de 8 filhos de Jessé.
Fomos:
–    Chamados para fazer a diferença.
–    Chamados para viver a acima da mediocridade.
–    Chamados para viver um projeto de vida de excelência.
Davi não era profissional. Não fazia parte do exército de Israel. (A Escritura faz questão de deixar claro, seu trabalho era em casa, cuidando do rebanho.
A unção de Deus era a sua credencial.
VISÃO UNGIDA
FÉ INQUEBRANTÁVEL NO SENHOR.
Eliabe Estava no exército de Deus mas não era ungido…
Onde o UNGIDO E O NÃO UNGIDO DIFERE?
Os dois viram o gigante.
Os dois ouviram o gigante.
Eliabe (Fé acadêmica – técnico.) Na ótica da lógica, Eliabe estava com a razão. Eliabe fez uma avaliação técnica e viu que Israel não podia vencer.
Eliabe certamente era um homem inteligente. Ele impressionou o profeta Samuel. Mas porque ele foi rejeitado pelo Senhor?
Davi (Fé ardente.)  Na ótica da fé, Davi enxergou outros recursos. A unção nos faz enxergar aquilo que os outros não são capazes de ver.
·        A unção nos dá recursos desconhecidos dos outros.
·        A unção nos torna faminto de vitória.
·        Aos olhos humanos Davi não merecia qualquer consideração. Era o mais novo um adolescente.
·        A unção de Deus não permite a ninguém negligencias seus deveres. “Davi era responsável mesmo nas questões mais simples da vida.
·        A unção, mais do que a fé de Davi, fé-lo falar.
·        A unção transforma a crença passiva em fé ativa. “O único crente ungido do exército todo era Davi.
·        O homem unigo junta a sua ação `aquilo que crê.
·        A unção lhe dá condição de atingir o inimigo onde ele está desprotegido e surpreende-lo.
·        É bom lembrar que Davi se tornou um “profissional” porém, “ungido”. Qualquer que faz alguma coisa durante muito tempo em breve se qualificará”.
·        A unção nos faz mover-se. Deus move com os homens que se move.
Davi reconheceu Golias como seu unimigo pessoal e não apenas como alvo do exército da época. Aqui esta o inimigo mortal de cada homem, mulher e criança da terra. Livrar-se dele era um dever de todos – exército é não exército.  Isso é hoje verdade quanto ao diabo. O Diabo é uma ameaça para todos.
A ironia divina (Davi se apresenta para lutar contra o gigante.)
O encontro do ex-ungido com o ungido – face a face.
Disse Saul: “Você não poderá lutar contra esse homem”.  Todo ex-ungido se torna perseguidor.
“A graça de Deus sobre Davi nunca lhe dera graça ante os seus sete irmãos não ungidos”.
Golias estava desafiando a honra de Deus, foi assim que Davi viu.
A primeira coisa que Saul fez foi zombar de Davi, é o que sempre fazem os ex-ungidos.
Na mente de Saul Davi era um ingênuo.
A unção me leva a fazer o que ninguém mas tem a coragem de fazer.
I. Um homem com unção, por onde passa altera, marca a história da vida de muitas pessoas.
A experiência de Pedro e João em Atos 3:1-10.
1.     Olha para nós. (v.4).
2.     Esperando receber alguma coisa, (v.5)  Os que estão olhando para nós, tem grande espectativa de que vão receber alguma coisa.
3.     Não tenho (falou só em nome dele) unção é algo individual, cada um sabe de si…
4.     Não tenho ouro e nem prata ( não tenha recursos materiais, teológicos, etc…) mas o que eu tenho (unção) … Ele
recebeu no dia de pentecostes (Atos 1:8; 2:1-3)
5.     Te dou… (unção não se tem para guardar egoisticamente) é para usar em favor dos que estão esperando receber alguma coisa. (v.6)
A experiência de Paulo e Silas em Filipos  Atos 16:14,15.
1.     A família inteira de Lídia se converte, (At. 16:17,18).
2.     Paulo discerne (1 Jo. 2:20) o espírito que fala na boca de uma jovem algo que parecia divino, mas tinha algo malígno por tras, por isso ele repreende o espírito que opera na moça e ela fica liberta. (At. 16:19-26).
3.     Essa libertação da moça, provocou a ira dos que tiravam proveito daquela situação da pobre jovem (At. 16:26) Paulo e Silas são presos.
4.     Eles oram e cantam na prisão e um milagre acontece, as portas se abrem, (At. 16:27-34).
5.     Após o terremoto, a carcereiro é evangelizado e se converte com a sua família, levando Paulo e Silas para a sua casa, lavando os vergões e servindo-os à mesa, (At. 16:27-34).
II. UMA HIRONIA DIVINA:
Quem era Golias, qual o seu tamanho e suas armas?
§        Guerreiro experiente.
§        Media seis covados e um palmo, o que equivale a 2,92 m. (fonte, nota de roda Bíblia Vida Nova.  (1 Sm. 17:4).
§        Capacete de bronze, (1 Sm. 17:5).
§       Couraça de escamas de bronze, pesava cinco mil ciclos, o que equivale a 70 kilos.  (1 Sm. 17:5).
§        Caneleira de bronze nas pernas, (1 Sm. 17:6).
§        Dardo de bronze entre os ombros, (1 Sm. 17:6).
§        Lança de ferro, cuja ponta pesava seissentos siclos, o que equivale a 7 kilos.
Quem era Davi e suas armas?
§        Era o caçula, o mais novo da família, (1 Sm. 16:11).
§        Sua especialidade era cuidar de ovelhas no campo. (1 Sm. 16:11).
§        Sem nenhuma experiência de guerra, (1 Sm. 17:3).
§        Nunca tinha usado uma armadura, (1 Sm. 17:39).
§        Suas armas não serviam para serem usadas como instrumento de guerra – CAJADO, CINCO PEDRAS DO RIBEIRO, UMA FUNDA (1 Sm. 17:40).
Onde estava o segredo de Davi? Seria as suas armas? Seria sua habilidade e pontaria? Sua dedicação diária nos treinamentos com a funda? Não. O segredo estava no que aconteceu no cap. 16 e verso 13.  A unção que fez a diferença.
Davi venceu nos três campos que as batalhas acontecem.
1.     No campo que fica dentro da gente , (1 Sm. 17:26).
2.     No campo espiritual, ( 1 Sm. 17:43).
3.     No campo histórico, (1 Sm. 17:49-51).
Antes de vencer o Golias no campo histórico e estrutural, Davi teve que vencer Eliabe (critica-não ungido) e Saul (pessimismo-ex-ungido).
Quem era Eliabe?
1.     Tinha aparência (1 Sm. 16:6).
2.     Fazia parte do exército de Deus (1 Sm. 17:17,18 e 28).
3.     Sabia tudo sobre armadura.
4.     Tinha habilidade.
O problema dele é que não era ungido.
     Do ponto de vista logistico, estratégico, Eliabe estava certo, Davi não podia lutar contra Golias, ele só havia se esquecido que sobre Davi esta a unção do Senhor.
Há muitas pessoas que tem tudo para dar certo, só falta unção. A unção deu a Davi vitória sobre o espírito de critica operava em Eliabe.  Ele não deu atenção a critica, porque sua atenção estava voltada para “Golias” que era o principado de satanas naquele lugar. Quem é vencido pelas criticas, não serve para andar nas grandes vitórias de Deus. As criticas servem para nos testar.
Alguem disse: “Viva de tal maneira que ninguem acredite nos seus criticos, todos estes vão passar por mentirosos”.
Disse John Chambers, presidente da  Cisco Systems: “Dou ouvido aos criticos porque, com frequência, eles são uma boa fonte de informações para o que se tem de mudar”. (Pensamento extraído da revista Seleções – Junho – 2000)
Quem era Saul?
§ Era bonito e muito alto, (1 Sm. 10:23).
§ Ex-ungido, (1 Sm. 10:1, 24; 18:12).
Ninguém sabe mais do que significa ser um ex-ungido, do que aquele que foi o primeiro a perder a unção, satanás. (Ez. 28:14) “Tu eras querubim da guarda ungido, e te estabeleci; permanecías no monte santo de Deus, no brilho das pedras andavas”.
   Seu lugar era o monte santo de Deus,
   No brilho das pedras andavas, até que se achou iniquidade em ti…
III. A marcas de um ex-ungido. SANSÃO
1.     Abre a guarda brincando com principados do diabo, (Sansão Jz. 16:20).
2.     Ao perder a unção, vazaram seus olhos (perde a visão).< /div>

3.     Começa um processo de decadência (desce até Gasa).
4.     É imobilizado. (amarraram-no)
SAUL – Torna-se um obstáculo para outros.
1.     É dominado por um sentimento de inferioridade, (1 Sm. 18.8),
2.     O ciúmes doentio e o medo lhe pertubavam, (1 Sm. 18:8,9).
3.     Não admitia o sucesso e a prosperidade do subordinado, (1 Sm. 18:9).
4.     Tinha medo, (1 Sm. 18:15).
IV.  AS MARCAS DO UNGIDO.
1.     Foi escolhido por Deus, (1 Sm. 16:3, 12).
2.     Foi ungido por Deus, (1 Sm. 16:12,13).
3.     O grande segredo é que o Senhor é com ele, (1 Sm. 18:14).
4.     O povo reconheceu sua chamada, (1 Sm. 18:16).
5.     Esperou sua hora, não precipitou.
     6.   Espírito de vencedor, (1 Sm. 17:26).

 

Fonte: Ministerio Ricardo Santos