II Tm 2:2 – A continuidade do discipulado.
At 9:26,27 – O discipulado de Saulo.
At 11:25,26 – O cuidado de Barnabé com Saulo.
Mt 4:18,19 – Jesus e seus discípulos.
Mt 28:19,20 – A nossa incumbência.

INTRODUÇÃO:

– O discipulado é a continuidade da integração.
– É o processo em que o novo convertido recebe todas as instruções indispensáveis ao crescimento de sua fé e a conscientização de suas responsabilidades.

– Depois de integrado á igreja, o novo convertido precisa continuar desfrutando de cuidados especiais até que alcance a maturidade espiritual e se torne, ele mesmo um discipulador.

1 – O DISCIPULADO E SUA CONTINUIDADE.

a) O discipulado é uma necessidade
Assim como o bebê recebe, nos seus primeiro dias de vida, uma alimentação adequada ao seu organismo, da mesma forma o novo convertido nesta fase.
b) A continuidade do discipulado II Tm 2:2
O que eu aprendi, devo ensinar a outros, para que esses passem a diante; é fazer discípulos que façam discípulos.

2 – O DISCIPULADO DE SAULO (PAULO).

a) Seu principal discipulador foi Barnabé.
Barnabé o tomou para si, quando sofreu discriminação da igreja em Jerusalém At 9:26.
– Barnabé manteve Saulo ao seu lado por um ano At 11:25,26.
– Observe que logo ele começa a ajudar Barnabé At 11:26.
– Veja a importância do discipulado, Saulo se torna o grande Paulo, o precioso apostolo dos gentios.

3 – QUALIDADES DE BERNABÉ QUE TODO DISCIPULADOR DEVE TER.

a) Era homem de bem, era cheio do Espírito Santo e cheio de fé At. 11:24, fiel nas contribuições At 4:37.
b) Seu nome destacava sua conduta(Barnabé, filho da consolação) At 4:36.
Era amoroso, encorajador, consolador, amigo etc.
c) Outras qualidades do discipulador.
Deve amar incondicionalmente.
Deve ser respeitável.
Ser confiável.
Ser equilibrado.
Cuidadoso com as criticas.
Transparente também nas fraquezas.

4 – JESUS E SEU DISCIPULOS MT 4:18,19.

a) Eu vos farei pescadores.
Está claro que discipulado é treinamento.
Está claro que ninguém é inútil, basta ser treinados.

5 – A INCUBÊNCIA É PARA TODA Á IGREJA MT 28:19,20.

a) Todos devem fazer discípulos.
b) Aperfeiçoando os santos (preparando a igreja).
c) Para a obra do ministério (que é a edificação do corpo).
d) É a igreja cuidando da igreja (é crente cuidando de crente).

6 – QUANTO TEMPO DEVE DURAR O DISCIPULADO?

a) Enquanto houver necessidade de aprender.
b) E não somente até o batismo, como às vezes pensamos.

7 – PROBLEMAS DA FALTA DE DISCIPULADO HB 5:12.

a) Quem não tem um discipulador já tem um problema.
Está propenso a se desviar com facilidade.
Não cresce adequadamente.
É presa fácil para heresia.
É improdutivo.
É uma brasa só, e logo esfriará.
Por que ser dois, é um principio divino Ec 4:9-12.

8 – BENÇÃOS DO DISCIPULADO.

a) Se você tem um discipulador você tem um pai, um amigo.
Alguém que ouça você.
Alguém que ore com você.
Alguém que fale sobre a sua vida (chame a sua atenção).
b) Resultado.
Seremos melhores servos de Deus, melhores obreiros.
Teremos raízes bem firmadas.
Teremos melhor colheita.

Pr. Carlos de Jesus

 

Fonte: Sermãos Online