I. DEIXAR O EMBARAÇO

1. O embaraço nem sempre é alguma atitude pecaminosa;

2. Qualquer coisa que tome o nosso tempo e nos impeça de desenvolvermos nossa comunhão;
3. O comodismo, atividades intelectuais, afazeres domésticos, trabalho,
4. A falta de organização do tempo, nunca tem tempo pra orar, pra ler a Bíblia, etc… 
II. DEIXAR O PECADO
1. Qualquer atitude de nossa parte que fere a santidade de Deus;
2. Qualquer atitude antiética:
a. Atitudes que prejudiquem a comodidade do nosso próximo;
b. Atitudes que provoquem descontentamento no nosso próximo;
3. Qualquer atitude que interfira imediatamente na nossa comunhão com o Espírito Santo. 
4. Para mim, a melhor definição de pecado é essa: “pecado é maldade”. Qualquer atitude maldosa em relação a nós mesmos e ao nosso próximo, constitui-se pecado contra Deus.
III. CORRER COM PACIÊNCIA
1. Paciência é a moderação que todo atleta experiente tem;
2. É a capacidade de saber que o que não se conquistou hoje, certamente será conquistado amanhã;
3. Para uma galinha nascer é necessário chocar o ovo, nunca parti-lo.
4. Ninguém vai alcançar a maturidade espiritual com 5 anos de crente. Não é simples assim. É necessário dar um passo de cada vez; subir degrau por degrau. Crescer na graça e no conhecimento de Cristo.
IV. OLHANDO PARA JESUS
1. Quando o crente para de olhar para Jesus ele perde o rumo;
2. Olhar para Jesus é lembrar que todo os homens falham assim como eu falho;
3. Jesus é mais sublime que o céu. Ele é o nosso GALARDÃO. O verdadeiro galardão. 
4. O grande erro que a maioria de nós cometemos é o de fazermos a obra de Deus tendo em vista outros alvos que não o próprio Senhor Jesus.


S.Juliano