Curso Visão Panorâmica da Bíblia – Lição 13. O Livro de I Samuel

Aprenda a ser u pregador de excelencia hoje mesmo
  • I SAMUEL Palavra-chave: “TRANSIÇÃO” 1.171 a 1.056 a.C.
  • DIVISÃO HISTÓRICA DA BÍBLIA OS 12 LIVROS HISTÓRICOS Josué Juízes Rute I e II Samuel I e II Reis I e II Crônicas Esdras Neemias Ester
  • Autor do livro • “Samuel” Supõe-se que ele escreveu os primeiros 24 capítulos, até a sua morte. O restante do livro tenha sido escrito pelos profetas Natã e Gade, biógrafos do Rei Davi (I Cr.29:29)
  • PROPÓSITO DO LIVRO Trata-se um livro de transição, registra a passagem do governo de Israel por juizes, para o governo por intermédio dos reis, sistema este que irá perdurar por cinco séculos (1095 a 586 a.C.). Israel deixa de ser uma teocracia (governada pelo Rei invisível, mas real!) – fato que a distinguia de todas as outras nações – para ser uma simples monarquia, fato que a igualou a todas as demais nações.
  • Versículo-chave do Livro “Então os anciãos todos de Israel se congregaram, e vieram a Samuel, a Ramá, e lhe disseram: Vê, já estás velho, e teus filhos não andam pelos teus caminhos; constitui- nos, pois, agora, um rei sobre nós, para que nos governe, como o têm todas as nações” (8.4,5).
  • Esfera de Ação – 115 anos O Livro abrange um período de 115 anos, do nascimento de Samuel até a morte de Saul 1171 a 1056 a.C.
  • Esboço do Livro 1. Samuel Cap. 1-7 o último dos juizes, homem consagrado a Deus, patriota, de coração humilde e dedicado a Deus; 2. Saul Cap. 8-15 o primeiro rei de Israel, cujo coração era invejoso, obstinado, infiel e desleal para com o SENHOR; homem egoísta, pródigo e ciumento 3. Davi Cap. 16-31 o maior de todos os reis que Israel teve, homem segundo o coração de Deus, o doce cantor de Israel, um homem de oração e louvor, disciplinado, fiel A história narrada neste livro gira em torno de três grandes personagens:
  • SAMUEL 1) Nascimento de Samuel (1:1-2,10); sua juventude a serviço do templo; reprovação do sacerdote Eli e de seus filhos (2:11-3,21). 2) Primeira guerra filistéia; derrota, captura da arca, morte de Eli e de seus filhos (4). Retorno da arca santa (5-7). 3) O Zelo de Samuel: reforma religiosa, segunda guerra filistéia, vitória; governo de Samuel (7:3-17). 4) Mau governo dos filhos de Samuel. O povo pede um rei (8) Saul é ungido e proclamado rei (9-10). Vitória sobre os amonitas (11). Samuel abdica e despede-se do povo (12).
  • SAMUEL 1) Ele suscitou uma grande reforma nacional, renovando a aliança e trazendo o povo de volta à adoração ao Senhor Deus. 2) Atacado pelos filisteus, ele teve tamanha vitória em Ebenézer que eles jamais investiram novamente contra Israel durante o seu mandato de juiz. 3) Organizou a escola dos profetas. 4) “Julgou” Israel durante toda a vida. 5) Preparou o caminho para a monarquia e a introduziu, ungindo Saul e, após ser ele rejeitado, Davi.
  • SAUL 1) Terceira guerra filistéia; desobediência de Saul; audácias de seu filho Jônatas; vitórias. Sumário do reinado de Saul (13-14). 2) Vitória sobre os amalequitas; e outra desobediência de Saul, que é por isso reprovado (15). 3) Samuel unge secretamente a Davi, rei, que é chamado à corte de Saul, assaltado por mania furiosa (16).
  • DAVI 1) Quarta guerra filistéia. Davi vai ao acampamento e mata o gigante Golias (17:1- 54). Amizade de Jônatas com Davi e inveja de Saul para com o mesmo (17:55- 18:9). 2) Saul procura matar Davi, o qual foge da corte (18,10-19,17); vai ter com Samuel, renova com Jônatas o pacto de amizade (19:18-21:1). 3) Davi anda errante por vários lugares (21:2-22:5) Saul mata os sacerdotes aliados de Davi (22:6-23). Davi em Queila (23:1-13); em Zife salva-se de grave perigo (23:14-28) em En-Gedi poupa a vida a Saul (24) ofendido por Nabal, é aplacado por Abigail, que depois desposa (25) novamente, poupa a vida a Saul (26) vive entre os filisteus (27). 4) Quinta guerra filistéia. Saul consulta a nigromante de En-dor (28). Davi, afastado pelos filisteus (29), vence os amaleitas (30). Saul morre no campo de batalha (31)
  • CONTEXTO HISTÓRICO • Fim do período dos juízes que durou 350 anos • Início do período da monarquia em Israel – 1.050 • Samuel é considerado: – Juiz – Sacerdote – Profeta
  • Lições do livro 1 – (2.12-17,22) – Alguém poderia perguntar: É possível uma pessoa estar no ministério, mesmo vivendo em pecado? Aqui temos a resposta: é possível, sim. Infelizmente! 2 – (8.5) – A razão pela qual Israel pediu para si um rei: “…para que nos governe, como o têm todas as nações” . Uma das grandes ciladas em que podemos cair é exatamente esta: o desejo de nos tornarmos parecidos, ou de copiarmos o mundo, seus padrões e valores. 3 – (23.24-29) – Quando o SENHOR tem plano de nos preservar a vida, mesmo que estejamos totalmente cercados, Ele provê o livramento!
  • Lições que precisamos aprender: 4 – (24.4-6) – Há duas lições nesta passagem que desejo destacar: – não cedermos às pressões de quem nos rodeia. Os companheiros de Davi pressionaram-no a colocar sua mão em Saul. Seus argumentos pareciam legítimos: “É Deus quem está permitindo, Davi!”. – precisamos reaver o respeito pelos ungidos de Deus em nossos dias. Davi sabia quem era Saul. E como sabia! Era genro dele! Convivera com ele no palácio real! Todavia, não ousou agir contra ele. Deixou-o nas mãos do SENHOR. Por respeito à sua posição de ungido de Deus. Como temos agido com relação aos ungidos do SENHOR, nestes dias?
  • Cristo no livro de I Samuel Encontramos pelo menos três tipos muito lindos do Senhor Jesus: 1 – SAMUEL. Um precioso tipo do Senhor Jesus, uma vez que foi profeta, sacerdote e juiz. Esses três ofícios são plenamente cumpridos nAquele que é Profeta, Sacerdote e Rei! 2 – DAVI. Um dos tipos de Cristo mais proeminentes em todo o Velho Testamento. Nascido em Belém, trabalhou como pastor. Depois, reinou sobre o povo eleito. Foi o ungido que preanunciou a vinda do Ungido! Alguns dos salmos que compôs são claramente messiânicos, como é o caso do Salmo 22. O Novo Testamento diz que o Senhor Jesus “…segundo a carne, veio da descendência de Davi” (Rm 1.3), e que Ele é “…a raiz e a geração de Davi, a brilhante estrela da manhã” (Ap 22.16).
  • • 3 – A PEDRA DE ESCAPE. O episódio narrado no capítulo 23, versículos 24-29, traz-nos uma linda figura do Senhor Jesus. Ele é a nossa Pedra de Escape! Não havia esperança para nós. Estávamos apertados pelo inimigo, que nos iria tragar. Mas Ele estendeu a Sua mão. Veio em nosso socorro. Ele é a nossa preciosa Pedra de Escape! Cristo no livro de I Samuel

 

Se este apresentação serviu de benção para sua vida compartilhe com suas redes sociais

O Autor desse material é o Rev. Ildemar de Oliveira Berber da  Igreja Presbiteriana de Dourados – MS