Curso Visão Panorâmica da Bíblia – Lição 40. O Profeta Naum

Aprenda a ser u pregador de excelencia hoje mesmo

 

Palavra-chave: “O SENHOR É JUSTO E MAIOR QUE OS INVENCÍVEIS” ANO 663-612 aC Judá (sul) A destruição de Nínive O PROFETA NAUM
“Também tu, Nínive, serás embriagada, e te esconderás; também procurarás refúgio contra o inimigo” (3.11). Versículo chave
DIVISÃO HISTÓRICA DA BÍBLIA OS PROFÉTICOS 12 MENORES OSÉIAS JOEL AMÓS OBADIAS JONAS MIQUÉIAS NAUM HABACUQUE SOFONIAS AGEU ZACARIAS MALAQUIAS
Vizinhos ameaçados pela Assíria
SOBRE O PROFETA NAUM • Pouco se sabe sobre Naum • Elcosita – Natural de Elcos • Região de Cafarnaum – Galiléia • Naum – “Consolação” • Proferiu sentença contra Nínive • Viveu cem anos depois das pregações de Jonas em Nínive
SOBRE NÍNIVE • Quando o profeta Jonas pregou em Nínive ela se converteu de sua maldade; • Logo voltou para a idolatria de sempre, a crueldade, a opressão e a arrogância; • No reinado de Assurbanípal (669- 633 a.C.) a cidade atingiu seu esplendor máximo, tornando-se a mais importante do mundo.
SOBRE NÍNIVE • Cercada por muralhas altas (30 mts de altura), torres e canais, parecia ser imbatível, com capacidade para sobreviver a um cerco durante 20 anos! • Era a capital da poderosa e arrogante Assíria • Amedrontava os vizinhos
Naum 660 a.C. o agir de Deus com relação às nações: Através de Naum Ele demonstra sua ira e juízo; ninguém pode brincar com a Sua santidade! Jonas 760 a.C. o agir de Deus com relação às nações: Através de Jonas, Ele demonstra a Sua misericórdia e graça, instando com os ninivitas a que se arrependam. Jn.3:3
CONTEXTO HISTÓRICO • a cidade de Nínive foi fundada por Ninrode, após o dilúvio (Gn 10. 8-12), • Situava-se na parte Norte do grande vale do Eufrates, enquanto sua inimiga Babilônia situava-se a 540 km, na parte Sul do mesmo vale.
CONTEXTO HISTÓRICO • Em cumprimento à profecia do SENHOR foi de tal maneira destruída que sua localização permaneceu desconhecida de 612 a.C. (quando ocorreu sua destruição pelos babilônios após dois anos de cerco) até o ano de 1845 d.C.
CONTEXTO HISTÓRICO • Em 722 aC, cumprindo as profeias de Isaías, Oséias e Amós, Israel foi tomada pelos Assírios e desapareceu como Nação, • Ninguém conseguia resistir este império, • Sua crueldade era temida pelos vizinhos
Nos dias de Naum Judá estava novamente ameaçada pelos Assírios, por volta de 650 aC, e acuada, pela nova embaixada militar de conquistas por eles iniciada; Naum se levantou em nome de Deus para defender Judá, o povo de Deus E proferiu a sentença fatal contra Nínive 1.1 O Propósito da Profecia
1. O decreto da destruição de Nínive – cap. 1 Divisão do Livro 2. A descrição da destruição de Nínive – cap. 2 3. A extensão da destruição de Nínive – cap. 3
Cap.1 – Deus reina entre as nações • Esta profecia foi escrita em forma uma sentença poética! • Naum entendeu que o Deus Todo-poderoso, é o Governador moral do Universo; 1. O decreto da destruição de Nínive – cap. 1
• falou a favor de Judá e viu na ira de Deus o atributo da defesa de seu povo contra as barbárias daqueles que destruíam a herança do Senhor 1. O decreto da destruição de Nínive – cap. 1
• O Império Assírio enfrentaria a ira do Senhor; • Naum Insiste em declarar que Jeová é Deus zeloso e vingador, que se arma de furor contra os seus adversários, e é baluarte para os que nele confiam – 1.2-8 1. O decreto da destruição de Nínive – cap. 1
• Corrige os judeus de sua inércia – 1.9-11 • Declara o propósito de Deus em livrar o seu povo (fiel) – 1.12- 15 1. O decreto da destruição de Nínive – cap. 1
Cap.2 – Profecia contra Nínive • O profeta ironiza o exército cruel, e anuncia que o Senhor tinha determinado a destruição de Nínive – 2.1 • Os muros e as fortalezas não mais protegeriam a cidade – 2.4-8 – 13 km de muro e fortalezas com 1.500 torres de vigia. 2. A descrição da destruição de Nínive – cap. 2
• As trincheiras de defesa não mais resistiriam, nem seus açudes seriam impecílio – 2.8 • Os tesouros roubados das nações de nada lhes valeria – 2.9 • Seria tempo de angústia – 2.10 • O orgulho Assírio (representado no Leão) não passaria de filhote – 2.11 • Pois era Deus, o Soberano Senhor da terra que estava por trás daquele exército – 2.13 2. A descrição da destruição de Nínive – cap. 2
Cap.3 – A Ruína seria completa • Ai da cidade sanguinária – 3.1 • A poesia épica termina com uma recaptulação da mensagem dada: “Lançarei sobre ti imundícias” 3. A extensão da destruição de Nínive – cap. 3
• Nínive seria a grande vítima de sua própria maldade – Como sempre acontece! • Os generais Assírios tinham por hábito amontoar as cabeças de seus inimigos… 3.3 3. A extensão da destruição de Nínive – cap. 3
• Deus chama a responsabilidade moral da história para sí – 3.5 • Quem terá compaixão dela? 3.7 Dura “sentença” profética! • 3.10 – Lembra o massacre feito pelos Assírios no Egito, quando esmagaram os corpinhos das crianças e lançaram sorte para ver quem deles teria os oficiais egípcios como escravos. 3. A extensão da destruição de Nínive – cap. 3
Conclusão • Conclui Naum: • “Não há remédio para tua ferida… é incurável … sobre quem não passou continuamente a sua maldade?” – 3.19 • Quem aqui defenderia Nínive deste juízo Divino? – os contemporâneos aplaudiram – 3.19 • Com Deus não se brinca… não se aposta na impunidade… Ele é Deus Zeloso!
APLICAÇÃO PRÁTICA • Vivemos sob a influência do Teísmo • Deus está irado com a maldade deste mundo e vai julgar o mundo com justiça, sob o critério da equidade (Sl.98.9) • Nínive experimentou o juízo de um Deus irado • O juízo será sem misericórdia, para com aquele que não usou de misericórdia – Tg.2.13…Pense nisso antes de praticar o mal!
CRISTOLOGIA DO LIVRO • Mensagem Messiânica: • A mensagem messiânica implícita neste livro é dupla: a. o SENHOR é vingador (Jd 14,15; 2 Ts 1.7-9); • b. O SENHOR é o refúgio dos Seus eleitos (Jo 10.27- 29). • Ambas estas verdades se concretizam no Messias, que tanto veio para salvar, quanto virá para exercer vingança!
Palavra-chave: “O SENHOR É JUSTO E MAIOR QUE OS INVENCÍVEIS” ANO 663-612 aC Judá (sul) A destruição de Nínive O PROFETA NAUM

Se esta apresentação serviu de benção para sua vida compartilhe com suas redes sociais, ou deixe-nos seus comentários

O Autor desse material é o Rev. Ildemar de Oliveira Berber da  Igreja Presbiteriana de Dourados – MS