– Já aconteceu, alguma vez, de você ter se achado cheio de razão e de ter dito com convicção: Sim, eu garanto! Tenho certeza absoluta do que estou dizendo e fazendo? Mas acabou descobrindo que estava redondamente enganado em seu ponto de vista?
– O texto que acabamos de ler conta à história de um homem que passou por esta experiência. Ele se achava completamente cheio de razão e não estava (justamente nos três aspectos em que ele se sentia, ele esta era redondamente enganado).
– Jesus contou esta história, querendo que as pessoas que O ouviam, se identificassem com esse homem “certo” aos seus olhos, porém errado aos olhos do Pai Celestial.
– Portanto, observemos e procuremos iaprender o que Deus quer que nos ensinarcom erros de um homem que se julgava certo. Mas cometeu três erros.
– O primeiro erro desse filho que se julgava certo foi…
FAZER UMA AVALIAÇÃO ERRADA DE SI MESMO – V.29a “Ele, porém, respondeu ao pai: Eis que há tantos anos te sirvo, e nunca transgredi um mandamento teu…”.
– Este irmão mais velho até parece gémeo daquele fariseu da parábola contada por Jesus, que “graças a Deus eu não como aqueffflblicano…”. Ele se julgava perfeito, sem erros!
– E este falso censo de justiça própria é terrivelmente danoso para o crente. A soberba é avenida para o desastre
– Observe que os grandes homens de Deus foram todos humildes. Moisés, Jeremias, Pedro, etc…
– Todos estes homens foram abençoados e serviram ao Senhor com poder, porque antes de ti foram humildes. Souberam reconhecer suas limitações diante de Deus.
– Portanto, para não cair no erro do filho mais velho: Lembre-se que Deus resiste ao soberbo, mas exalta ao humilde.
– O segundo erro desse filho que se julgava certo foi…
FAZER UMA AVALIAÇÃO ERRADA DO SEU PAI – V.29b “… contudo Tu nunca me deste um cabrito para eu me regozijar com os meus amigos…”
– Este filho errou novamente, agora ao murmurar contra o seu pai. Ele reclamava de ser alvo de um tratame desigual. Sentia-se injustiçado, por conta disso começa a dar ao pai qualidades que o pai não tem. Acusa-o de desonesto, de injusto.
– Deus é justo e para com todos. Ele age com sua soberana e justiça. Veja o que diz Dt. 32 4: – “Ele é a Rocha; suas obras são perfeitas, porque todos os seus caminhos são justos; Deus é fiel e sem iniquidade; justo e reto é Ele”
– Talvez você esteja com a cara virada para Deus porque Ele abençoou outro irmão e não você; saiba se alegrar com os que se alegram. Teu dia também vai chegar. Não murmure contra Deus. Deus aqui nos alerta para corrermos o risco de não mormurarmos contra Ele. De não corrermos o mesmo risco de cometermos o mesmo erro daquele filho mais velho.
– Deus não faz acepção de pessoas. Todos são amados e queridos de Deus
– Aprenda a ser misericordioso como Deus é, aprenda a ser grato e fiel para com o Pai… Você deve lutar e não cair no exemplo deste filho que se achava certo, mas que errava gravemente ao murmurar.
O terceiro erro desse filho que se julgava certo foi…
– FAZER UMA AVALIAÇÃO ERRADA DO SEU IRMÃO – V.30 “… vindo, porém, este teu filho…”
– Observe como ele se dirigiu ao seu pai se referindo ao seu irmãoo: – “… vindo, porém, este teu filho…”. Este irmão mais velho errou ao julgar o seu irmão.
– Ele não conseguia ver com alegria o fim da experiência triste que o seu irmão havia tido. Seu irmão saiu de casa, abandonou o pai… Mas agora, arrependido, estava de volta e buscava a reconciliação.
– Aprendamos isto: Deus, que é o nosso Pai, é cheio de misericórdia e nós seus filhos, devemos er tambem. Alguem pode ter errado com você, pode lhe ter feito o queé mal, mas quando Deus resolve abraçar, resolve receber de volta em seus braços aquele que errou, nós não devemos fechar coração àquela pessoa.
– Você vai errar gravemente se não aprender a distinguir um pecador perdido de um pecador arrependido
– Ha alguma pessoa para quem você tem fechado a cara e negado Perdão? … Esse é um erro que o filho mais velho cometeu e que você não deve cometer.
CONCLUSÃO:
– Quem sobe nesta noite, vecê tembem veio pensando que tudo estava perfeito em sua vida e agora por um toque de Deus no seu coração, descobriu que ha algo para mudar.
– Será que você está com problemas com está com problema para perrdoar alguem? Sua comunhão está rompida com algum irmão e você tem negado a liberrar perdão?
– Ou talvez você esteja envolvido no pecado da murmuração, duvidando da fidelidade do Senhor, tem sido ingrato para com Ele, achando que Ele tem sido injusto…
– Ou ainda, pode ser que você esteja sofrendo do mal da soberba. Você tem se esquecido de que os méritos da sua salvação, vem do sangue do Cordeiro e não de suas atitudes… Há soberba, orgulho, em seu coroção.
– Hoje é um tempo para você se consertar…

AdilbertoAlves