Texto: Atos 4:13,14
4.13 “Ao verem a intrepidez de Pedro e João, sabendo que eram homens iletrados e incultos, admiraram-se; e reconheceram que haviam eles estado com Jesus”.
4.14  “Vendo com eles o homem que fora curado, nada tinham que dizer em contrário”.
Introdução: O texto de nossa reflexão de hoje, nos remete a alguns dias após a ressurreição de Jesus. Pedro e João foram ao templo para adorar. Bem ao lado do templo tinha um mendigo, aleijado desde o nascimento. (Veja Atos 3:1,2). Esse homem era acostumado a ser carregado por alguns vizinhos ou amigos para a porta daquele Templo. Isso nos leva a entender que ele era totalmente dependente dos homens. Ele era também um peso para as pessoas ( Atos 4:22) diz o texto que ele tinha mais de 40 anos de idade). Ele também não tinha plena autonomia e liberdade de ir e vir. Um homem com uma grande limitação. Além disso, ele era acostumado a pedir esmolas. Ele vivia da mendicância!
Esse é um retrato de muitas pessoas que estão ao nosso redor. Limitadas não apenas no físico, mas também nas emoções e principalmente no espírito. Pessoas que vivem em miséria moral e espiritual.
Quando o mendigo viu Pedro e João se aproximando, não deu outra; lhes pediu esmolas. Pedro então respondeu firmemente:
3.6“Não possuo nem prata nem ouro, mas o que tenho, isso te dou: em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, anda!”
3.7   “E, tomando-o pela mão direita, o levantou; imediatamente, os seus pés e tornozelos se firmaram”;
3.8  “de um salto se pôs em pé, passou a andar e entrou com eles no templo, saltando e louvando a Deus”.
3.9   “Viu-o todo o povo a andar e a louvar a Deus”,
Entenda uma coisa amados!
Podemos e devemos fazer caridade às pessoas. Podemos ajudar àqueles que estão limitados pela vida e até mesmo àqueles que estão vivendo abaixo da linda da pobreza, dando alguma coisa. Mas ao “ajudar” um miserável a se manter na miséria, você não está ajudando o miserável; você estará ajudando a miséria. 
A melhor forma de ajudar o miserável a sair da miséria é levar JESUS CRISTO para ele. Podemos dar o pão, a cesta básica, promover cursos profissionalizantes gratuitos, mas tudo isso será em vão se ele não se entregar a JESUS CRISTO como o SALVADOR E O SENHOR DE SUA VIDA!
Nosso maior desafio como Igreja é mostrar que JESUS CRISTO é a SOLUÇÃO para as misérias da humanidade.
Pedro e João fizeram algo que nenhum daqueles que estavam acostumados a dar esmolas fizeram. Eles fixaram os seus olhos nele e disse: “Olha para nós”. É como se eles estivessem olhando para aquele homem com os olhos de Jesus!
Atos 3.5,6   “Ele os olhava atentamente, esperando receber alguma coisa. Pedro, porém, lhe disse: Não possuo nem prata nem ouro, mas o que tenho, isso te dou: em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, anda!”
Aquele homem de um salto se pôs em pé, passou a andar e entrou com eles no templo, saltando e louvando a Deus.
Imaginem isso! Aquele homem foi curado e começou a correr e a pular dentro do templo gritando: “Jesus me curou”
Pedro aproveitando a oportunidade pregou o evangelho a todos naquele lugar e no (cap. 4: vs 4) nos diz que “Muitos, porém, dos que ouviram a palavra a aceitaram, subindo o número de homens a quase cinco mil.”
Mas nem tudo foi festa. Pedro e João foram presos e depois levados a júri.
E todas as autoridades religiosas de Jerusalém estavam presentes: “…reuniram-se…Anás, Caifás, João, Alexandre e todos os que eram da linhagem do sumo sacerdote” (4:6). 
Esses elevados e poderosos homens perguntam aos discípulos: “Com que poder ou em nome de quem fizestes isto?” (4:7) .Pedro Cheio pelo Espírito Santo. Ele responde aos líderes: “…o Seu nome é Jesus Cristo de Nazaré, o homem que vocês crucificaram poucas semanas atrás. Deus O levantou dos mortos. E agora Ele é o poder que curou este homem. “E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos.” (Atos 4:9-12).
Atos 4.13  “Ao verem a intrepidez de Pedro e João, sabendo que eram homens iletrados e incultos, admiraram-se; e reconheceram que haviam eles estado com Jesus.”
As Perguntas que eu quero fazer para aprofundar a nossa reflexão é:
1- As pessoas ao nosso redor reconhecem que estamos com Jesus?
2- Como somos reconhecidos pelas pessoas à nossa volta? Como Discípulos de Jesus ou Como pessoas meramente religiosas?
ATRAVÉS DESTE TEXTO NÓS VAMOS VER ALGUMAS MARCAS QUE DIFERENCIAM AQUELES QUE ESTÃO COM JESUS.
1ª MARCA: OS QUE ESTÃO COM JESUS SÃO OUSADOS NO PODER DO ESPÍRITO SANTO.
“Ao verem a intrepidez de Pedro e João, sabendo que eram homens iletrados e incultos, admiraram-se; e reconheceram que haviam eles estado com Jesus. ”Atos 4:13.
Quanto mais uma pessoa fica com Jesus, mais se torna como Cristo, em pureza, santidade e amor.
Por sua vez, seu caminhar puro produz nele grande ousadia para Deus. As escrituras dizem: “Fogem os perversos, sem que ninguém os persiga; mas o justo é intrépido como o leão” (Provérbios 28:1). 
A palavra intrépido nesse versículo significa seguro, confiante. É exatamente este tipo de intrepidez que os líderes da sinagoga viram em Pedro e João.
Deus quer levantar gente com um coração ousado. Essa ousadia não vem de nós, é dada a todos aqueles que aprofundam o seu relacionamento com Jesus.
Sempre que Deus quer realizar uma grande obra, Ele levanta pessoas com um coração firme e decidido naquilo que Ele quer realizar. “Porque Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação.” II Timóteo 1:7
Precisamos de uma intrepidez que não olha circunstâncias ou limitações humanas, mas que se lança no projeto de Deus.
Não deixe de ser ousado por medo de fracassar. Pedro em sua ousadia andou por sobre as águas, vacilou por um instante e começou a afundar, mas Jesus o resgatou. Pedro outrora negou a Jesus por medo, mas agora encarou todas as autoridades religiosas da época com ousadia no poder do Espírito Santo.
2ª MARCA: OS QUE ESTÃO COM JESUS FALAM DELE O TEMPO TODO.
4.16 dizendo: Que faremos com estes homens? Pois, na verdade, é manifesto a todos os habitantes de Jerusalém que um sinal notório foi feito por eles, e não o podemos negar;
4.17 mas, para que não haja maior divulgação entre o povo, ameacemo-los para não mais falarem neste nome a quem quer que seja.
4.18 Chamando-os, ordenaram-lhes que absolutamente não falassem, nem ensinassem em o nome de Jesus.
4.19  Mas Pedro e João lhes responderam: Julgai se é justo diante de Deus ouvir-vos antes a vós outros do que a Deus;
4.20 pois nós não podemos deixar de falar das coisas que vimos e ouvimos.
A Bíblia diz que as autoridades religiosas “ordenaram” que eles não falem nem ensinem no nome de Jesus. Que efeito essa ordem teria sobre você?
Você sabia que muitas pessoas que se dizem Crentes que nunca se quer falaram de Jesus para seus amigos?.
– Eles vão falar sobre esporte,
– Eles vão falar sobre política,
– Eles vão falar dos grandes filmes produzidos para o cinema,
– Eles vão falar sobre sua artrite ou sua sinusite,
– mas eles nem sequer mencionam o nome de Jesus!
NÃO PODEMOS DEIXAR DE FALAR DAS COISAS QUE VIMOS E OUVIMOS…
– Devemos encarar esta responsabilidade com paixão. 

1 Cor. 9.16  “Se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, pois sobre mim pesa essa obrigação; porque ai de mim se não pregar o evangelho!
Ezequiel 3.18 “Quando eu disser ao perverso: Certamente, morrerás, e tu não o avisares e nada disseres para o advertir do seu mau caminho, para lhe salvar a vida, esse perverso morrerá na sua iniquidade, mas o seu sangue da tua mão o requererei”.
Sei que muitas vezes o nosso exemplo falará mais alto, no entanto isto não significa que posso me calar. As pessoas precisam conhecer as boas novas de Salvação em Cristo! IDE E PREGAI…
3ª MARCA: OS QUE ESTÃO COM JESUS NÃO DESISTEM MESMO QUANDO SOFREM PERSEGUIÇÃO.
Atos 4.21 “Depois, ameaçando-os mais ainda, os soltaram, não tendo achado como os castigar, por causa do povo, porque todos glorificavam a Deus pelo que acontecera”.
Muitos irmãos sofrem perseguição por sua fé em Cristo – possivelmente você já sofreu. Ela pode se manifestar de maneiras variadas,
– Através de zombaria
– Através da segregação
– Através agressão verbal ou física
– e até mesmo a morte.
Você sabia que a Bíblia sempre associa o ser cristão com o ser perseguido.
O primeiro a enfatizar esta verdade foi o próprio Jesus, quando chamou Seus discípulos.

João 15.18-20  “Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim. Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu; como, todavia, não sois do mundo, pelo contrário, dele vos escolhi, por isso, o mundo vos odeia. Lembrai-vos da palavra que eu vos disse: não é o servo maior do que seu senhor. Se me perseguiram a mim, também perseguirão a vós outros; se guardaram a minha palavra, também guardarão a vossa”.
A grande verdade que a perseguição aos cristãos nos ensina é: O mundo ama o pecado e aborrece a justiça, e foi essa a causa de sua hostilidade para com Jesus. Todos quantos recusam Seu infinito amor, acharão o cristianismo um elemento perturbador.
O Apóstolo Paulo, quando orientou Timóteo, declarou a mesma ênfase: “De fato, todos os que desejam viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos” (II Timóteo 3:12).
A verdade é que se realmente estivermos com Jesus, obedecendo a Sua Palavra e vivendo como discípulos teremos a nossa vida afetada em várias áreas, como aconteceu também com os primeiros cristãos:
1. Ser cristão afetaria seu trabalho. O Cristão verdadeiro não aceitaria um trabalho desonesto ou que fosse contrário à sua fé em Cristo.
2. Ser cristão afetaria a sua vida social. No mundo antigo, a maior parte das festas eram celebradas no templo de algum deus. Eram raros os sacrifícios que se queimavam completamente o animal no altar. Muitas vezes eram queimadas pequenas partes do animal como um sacrifício simbólico. Os sacerdotes recebiam como oferendas de seu ofício parte da carne, e outra parte devolviam ao adorador. Com sua parte fazia uma festa para seus parentes e amigos. Um dos deuses mais populares era Serapis. Quando a festa era celebrada em seu Templo, os convites diziam assim: Convido-te a cear comigo, na mesa de nosso senhor Serapis.
Poderia um cristão participar de uma oferta oferecida em um templo pagão?
3. Ser cristão afetaria a sua vida familiar. Muitas vezes o membro da família era cristão e os demais não. Uma mulher poderia ser cristã e seu marido não. O mesmo poderia ser com um filho ou filha. Imediatamente surgia uma divisão na família. Muitas vezes as portas da casa eram fechadas para sempre para os que se tornavam cristãos.
A perseguição continua presente na vida de muitos cristãos, principalmente àqueles que pregam o evangelho em lugares onde o cristianismo não é bem quisto. Sei que no Brasil desfrutamos de uma grande liberdade; sei também que o que alguns cristãos chamam de perseguição na realidade não é.
O apóstolo Pedro chega até a dizer em sua primeira epístola que há pessoas que sofrem perseguição não porque são justas e honestas como cristãos, mas porque possuem atitudes totalmente contrárias ao que Jesus ensinou aos seus discípulos. Veja 1 Pedro 4:14-16.
4.14   Se, pelo nome de Cristo, sois injuriados, bem-aventurados sois, porque sobre vós repousa o Espírito da glória e de Deus.
4.15   Não sofra, porém, nenhum de vós como assassino, ou ladrão, ou malfeitor, ou como quem se intromete em negócios de outrem;
4.16   mas, se sofrer como cristão, não se envergonhe disso; antes, glorifique a Deus com esse nome.

COMO REAGIR QUANDO SOMOS PERSEGUIDOS COMO CRISTÃOS VERDADEIROS?(Mt 5.38-47).
5.38   — Vocês ouviram o que foi dito: “Olho por olho, dente por dente.”
5.39   Mas eu lhes digo: n

Aprenda a ser u pregador de excelencia hoje mesmo

ão se vinguem dos que fazem mal a vocês. Se alguém lhe der um tapa na cara, vire o outro lado para ele bater também.

5.40   Se alguém processar você para tomar a sua túnica, deixe que leve também a capa.
5.41   Se um dos soldados estrangeiros forçá-lo a carregar uma carga um quilômetro, carregue-a dois quilômetros.
5.42   Se alguém lhe pedir alguma coisa, dê; e, se alguém lhe pedir emprestado, empreste.
5.43   — Vocês ouviram o que foi dito: “Ame os seus amigos e odeie os seus inimigos.”
5.44   Mas eu lhes digo: amem os seus inimigos e orem pelos que perseguem vocês,
5.45   para que vocês se tornem filhos do Pai de vocês, que está no céu. Porque ele faz com que o sol brilhe sobre os bons e sobre os maus e dá chuvas tanto para os que fazem o bem como para os que fazem o mal.
5.46   Se vocês amam somente aqueles que os amam, por que esperam que Deus lhes dê alguma recompensa? Até os cobradores de impostos amam as pessoas que os amam!
5.47   Se vocês falam somente com os seus amigos, o que é que estão fazendo de mais? Até os pagãos fazem isso
VEJA COMO REAGIRAM PEDRO, JOÃO E OS DEMAIS DISCÍPULOS NAQUELE DIA:

– ELES ORARAM:
4.24   Ouvindo isto, unânimes, levantaram a voz a Deus e disseram: Tu, Soberano Senhor, que fizeste o céu, a terra, o mar e tudo o que neles há;
4.25   que disseste por intermédio do Espírito Santo, por boca de Davi, nosso pai, teu servo: Por que se enfureceram os gentios, e os povos imaginaram coisas vãs?
4.26   Levantaram-se os reis da terra, e as autoridades ajuntaram-se à uma contra o Senhor e contra o seu Ungido;
4.27 porque verdadeiramente se ajuntaram nesta cidade contra o teu santo Servo Jesus, ao qual ungiste, Herodes e Pôncio Pilatos, com gentios e gente de Israel,
4.28 para fazerem tudo o que a tua mão e o teu propósito predeterminaram;
4.29   agora, Senhor, olha para as suas ameaças e concede aos teus servos que anunciem com toda a intrepidez a tua palavra,
4.30   enquanto estendes a mão para fazer curas, sinais e prodígios por intermédio do nome do teu santo Servo Jesus.
Infelizmente conheço alguns irmãos que se dizem cristãos e que desistem de seguir a Cristo por pouca coisa. Pergunto-me então: O que seria da igreja brasileira se acontecesse conosco uma real perseguição como acontece nos países mais difíceis de serem evangelizados?
CONCLUSÃO:
Os que estão com Cristo devem trazer estas três marcas: (1) São Ousados Espírito Santo (2) Falam de Cristo o tempo todo (3) Não desistem mesmo em meio a perseguição.
Diante desta Palavra podemos dizer que ESTAMOS COM CRISTO?
Pr. Gilberto Oliveira Rehder
Ministração Culto: 26.01.2014

Igreja Metodista em Catalão-GO

 

Fonte: Gilberto O. Rehder