Estimados irmãos e irmãos no Salvador Jesus.

Uma pessoa experiente certa vez disse, comentando sobre a política: “Quando alguém entra para a política, perde duas coisas: a memória e a vergonha”. Na política brasileira vemos que isso infelizmente é verdade, com raras exceções de uns poucos.

É incrível ver pessoas que, na época da campanha eleitoral, são quase “perfeitos”, prometem fazer tudo muito bem e solucionar os problemas do país. Quando assumem seus cargos, essa “perfeição” e as promessas desaparecem. Alguns, como vimos nos últimos dias, mesmo com várias provas de que são corruptos, ainda têm a cara de pau de se defender dizendo que sempre fizeram o melhor para seu povo – só que o povo (como no caso de certo Estado do Norte do Brasil) há anos não vê nada melhorar na sua vida.

Em nossa igreja também temos eleições. Uma delas é a eleição da assembléia para chamar um novo pastor, como aconteceu aqui e em Coronel Vivida há pouco tempo. E, se na política esperamos que os políticos cumpram a promessa de fazer as coisas bem feitas, na igreja os membros esperam que o novo pastor faça tudo bem feito. Quando o pastor chega é tudo novidade, expectativa, curiosidade; mas, aos poucos, começam a aparecer exigências, críticas e reclamações, e, muitas vezes, alguns até podem pensar que o pastor não faz nada bem feito.

A verdade é quem nem políticos, nem pastores, nem o povo e nem os membros da igreja fazem tudo bem feito. Existe apenas uma pessoa que fez e faz tudo bem feito: Jesus – Jesus faz tudo bem feito!

Jesus faz tudo bem feito! Tudo o que faz ele faz bem; ele até mesmo faz com que os surdos ouçam e os mudos falem! Foi isso que as pessoas disseram após Jesus abrir os ouvidos e a boca de um homem trazido por seus amigos até Ele. Ele ouviu o pedido deles e, tirando o homem do meio da multidão, colocou suas mãos sobre ele e o curou.

Jesus faz tudo bem feito! Este e muitos outros milagres de Jesus apontavam para quem Ele era – o Filho de Deus – e o que Ele veio ser – o Salvador prometido por Deus no AT, como ouvimos em Is 35 e no Sl 146.

Ele é aquele que veio fazer tudo muito bem, e fazer o maior bem de todos: a obra da salvação, pela sua morte na cruz e sua gloriosa ressurreição. E justamente porque Ele faz tudo bem feito é que podemos sempre estar aqui na casa de Deus, onde alguém chamado e preparado por Deus nos guia e alimenta com a Palavra e os Sacramentos para podermos fazer a missão que Ele nos deixou: levar o amor de Cristo para todos.

Jesus faz tudo bem feito! Mas nós, pecadores, não fazemos tudo bem feito. Muitas vezes ouvimos mas não praticamos o que a Palavra de Deus nos diz. Por isso Tiago nos diz na epístola de hoje: LER Tg 2.14, 18. E também em Tg 1.22: LER.

Por mais que eu e vocês nos esforcemos, nunca vamos fazer tudo bem feito, pois o pecado contamina todo nosso viver, como vimos no Evangelho do domingo passado, onde Jesus mostra que todo o mal vem do nosso coração pecador.

Mas, sendo pecadores perdoados por Deus através de Cristo, nós vamos tentar fazer o melhor: eu, como pastor, vou procurar sempre pregar e ensinar a Lei e o Evangelho de Deus a todos vocês, para Deus fortalecer sua fé e conduzir vocês para que levem seu amor a todos.

Vocês vão procurar viver nessa fé cada dia, buscando na Palavra e Sacramento o alimento e a orientação para sua vida cristã. E assim, através do Evangelho que eu prego e que todos nós testemunhamos com palavras e ações para as pessoas ao nosso redor neste mundo, Jesus continua abrindo ouvidos e corações, e bocas começam a falar da salvação aos outros, dizendo como aquelas pessoas: Tudo o que faz ele faz bem!

Esta foi a reação do homem curado por Jesus e também de seus amigos. Esta é a melhor reação que Deus quer provocar em nós através do Evangelho salvador de Cristo: que a gente ouça, aprenda e pratique o Evangelho como um estilo de vida, uma marca registrada, um viver diário.

Deus não quer que façamos como políticos que, depois da eleição esquecem seus lemas de campanha. Ou seja, que não sejamos cristãos só no domingo, que não pensemos que trabalhar para a Igreja ou para o Reino de Deus é simplesmente ajudar numa festa, num congresso ou numa limpeza geral da igreja, que saibamos que nosso culto a Deus continua cada dia na vida e na relação com as outras pessoas.

Para isso acontecer, Deus precisa nos sacudir e apontar nossos pecados com sua Lei, para que nunca achemos que o que fazemos por Jesus é grande coisa, e para que vejamos sempre de novo que precisamos de Cristo para nos perdoar e salvar de nosso falso orgulho. Quando nos damos conta de nós não fazemos tudo bem, Deus então nos apresenta o doce Evangelho, que nos salva e nos motiva a viver na fé viva que vem de Cristo e que nos é dada pelo seu ES.

Jesus faz tudo bem feito! Por isso, é nele que devemos buscar forças para usar bem nossos dons, bens, tempo e tudo que de Deus recebemos, para sermos conduzidos na fé verdadeira. É a Jesus que devemos seguir, orar e entregar nossas vidas cada dia.

É a Jesus, que faz tudo bem feito, que todos nós servimos com alegria, pois Ele nos salva sem merecermos e nos dá as riquezas do seu Reino. E é a Jesus que vamos conduzir aquelas pessoas que ainda são surdas, mudas e cegas espiritualmente, para que através do Evangelho Jesus coloque suas mãos amorosas sobre elas e diga: Efatá, abra-se!

Assim, meus irmãos, muitos saberão e crerão que Jesus faz tudo bem feito, serão salvos e anunciarão isso a todos, cheios de alegria e gratidão, como nós também sempre queremos anunciar
Jesus faz tudo bem feito! Que Ele use a cada um de nós – crianças, jovens, adultos e idosos, homens e mulheres – para fazer o maior bem que existe: salvar pessoas com o seu amor, através do seu Evangelho!

Com o salmista nos alegramos, dizendo: Aleluia! Que todo o meu ser te louve, ó SENHOR (Sl 146.1), porque Jesus faz tudo bem feito! Amém.

Pastor Leandro Daniel Hübner – São João, PR