Texto: 2 Co 4.16-18

Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia. Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente; Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas. 2 Coríntios 4:16-18

Boa noite irmãos… Nestes últimos domingos eu venho trabalhando com a igreja temas relacionados ao novo ano, a uma nova postura, novas atitudes para esse ano de 2014. Eu faço isso, pois creio que precisamos firmar estacas nos princípios da palavra de Deus a qual é a nossa única garantia de termos uma novo ano, um bom ano de 2014.

Já estamos no mês de Fevereiro, Janeiro passou muito rápido e com certeza termos mais um ano que passará muito rápido como foi 2013(pelo menos para mim foi rápido) e é por conta disso que precisamos mais do que nunca colocarmos em prática os nossos objetivos.

No meu primeiro domingo falei da importância de você levar Deus a sério em sua vida, mergulhar na oração, na leitura da palavra, e no comprometimento da sua obra.

Creio que um cristão sincero, que ame a Deus de verdade deve ter esses três pontos como um alvo constante em sua vida espiritual.

Muitas pessoas querem os benefícios do Deus Salvador, mas não estão nem um pouco a fim dos deveres que assumimos quando cultuamos o Deus Senhor.

Muitas pessoas se enganam ao achar que terão os benefícios do Deus Salvador sem precisar obedecer o Deus Senhor. “mas não há salvação sem obediência”. E esse tem sido o pecado de muitos cristãos, que buscam os benefícios e desprezam os deveres.

Essa semana eu ouvi um testemunho de um pastor indiano que contou o seguinte fato:  que um grupos de cristãos estavam reunidos orando a Deus em uma igreja, numa cidade onde ah muita perseguição aos cristãos e de repente no meio do culto eles escutam um caminhão parar violentamente e soldados armados com fuzis entram na igreja apontando a as armas para as cabeças dos irmãos e o comandante do exercito começou a dizer que o país estava um caos por conta deles que eles eram a escória da sociedade, uma praga que devia ser exterminada e todos deveriam morrer e hoje ele acabaria com eles.

O pastor fez um gesto de calma para o comandante e disse a todos “se por acaso tem alguém aqui que veio por vir, está aqui por acaso, que não é cristão e não tem nada com Cristo, ele disse pode sair você tem 60 segundos, ouvi um silencio e depois de alguns segundo uma correria era gente pulando pela janela, saindo correndo pela porta… Enfim ficaram 50% apenas dos presentes o comandante colocou a arma na testa dos presentes e disse mais alguém? Como não ouve mais ninguém ele pediu para os soldados abaixarem as armas e disse: irmãos agora que os hipócritas se foram nós viemos para adorar a Deus com os irmãos…

Fico imaginando se isso acontecesse com algumas das igrejas brasileiras quantos ficariam pra morrer por Jesus. Qual grupo você pertenceria?

No domingo passado eu falei sobre um dos seus maiores inimigos, na conquista de seus sonhos, projetos e até mesmo de ter uma espiritualidade renovada neste ano de 2014. você!!! Quando você dá ouvidos a sua natureza decaída, você a alimenta e ela cresce dentro de você e a engole. Por isso é de suma importância que você destrone o seu eu, o seu ego, sua vontade carnal do trono da sua vida pois, esse local pertence a Cristo.

Somente quando Cristo for o centro de sua vontade, somente quando ele estiver no centro das suas emoções e desejos é que você conseguira ter um ano 2014 diferente. É de suma importância que você diminua e deixe que Ele (Cristo) cresça para que seja feliz e alcanfé a sua graça.

Hoje quero dar uma continuidade neste tema e dizer que além de rever sua vida com Deus, além de não dar ouvidos a sua natureza pecaminosa é necessário que você não desista. Não desista, não desista…

Não desista de seus sonhos, não desista de sua família, não desista de sua esposa (O) não desista de seu filho, mesmo que você ache que já lutou de mais, contra as drogas que o aprisionam Não desista!

Não desista de Deus, não desista de seu ministério, não desista de sua igreja local não desista. A ordem para esse ano de 2014 é NÃO DESISTA!!!!

O texto que nós acabamos de ler diz: “Por isso não desfalecemos…” o segredo da vitória é não desanimarmos diante das circunstancias, é não perder a fé, é permanecer inabalável, petrificado diante de Deus.

Os que confiam no Senhor serão como o Monte de Sião que não se abala, mas permanece para sempre(Sl 125.1)

 Em 2014, poderemos achar razões de sobra para desistirmos de tudo. Você nessa noite pode ter razões claras  para querer desistir, é o cansaço, é a solidão de lutar sozinho, é a falta de fé, você pode ter entrado aqui com a decisão tomada no sentido de parar, você diz pra vc mesmo chegaaaaaa. Mas Deus diz não desista. Eu estou contigo…

 Eu quero encorajar a todos a nunca desistirem. Nesta passagem, Paulo revela o segredo da persistência do Crente.

1 – Não Desista, Porque Deus Está No Controle De Sua Vida….

“Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa”, É fato que …

O SEU CORPO SE DESGASTA: Seu corpo está literalmente se desgastando a cada dia. Você sabia que o corpo humano é programado para morrer? Os cientistas chamam isso de “apoptose” – morte celular programada.

Em adultos, entre 50 e 70 bilhões de células morrem a cada dia. Daqui a uma semana, você terá perdido pelo menos 350 bilhões de células por esta morte celular programada.

O tempo esculpe em nossa face rugas profundas. Nossas pernas ficam bambas, nossos joelhos trôpegos e nossas mãos descaídas.

 Cada fio de cabelo branco que surge em nossa cabeça é a morte nos chamando para um duelo. Nosso homem exterior, ou seja, nosso corpo enfraquece-se progressivamente

Ninguém pode escapar do processo de envelhecimento. Mas para o Crente, outra realidade está em funcionamento na nossa vida. Enquanto seu corpo se desgasta, 

O SEU ESPÍRITO SE RENOVA:  interior, contudo, se renova de dia em dia. Nos desgastamos, enquanto nos renovamos. E nos renovamos enquanto nos desgastamos! Nos encaminhamos para morte, enquanto desfrutamos de uma nova vida.

 Por isso Paulo não estava tão preocupado se os seus inimigos iriam matá-lo ou não.

Se eles o matassem, ele venceria. Se ele os não matassem, ele ainda venceria. Paulo via seus problemas como parte do plano de Deus para r
enová-lo espiritualmente. Como você tem visto as tribulações da sua vida? Elas servem para renovar o seu espírito e a sua fé em Deus. “Em Cristo, você experimenta a vida no meio da morte”.

A sua vida está nas mãos de Deus, ele é soberano sobre ela, nada acontece por acaso, Madre Tereza de Calcutá dizia “Eu sou apenas um lápis nas mãos de Deus. É ele que escreve.”

É só olharmos a Bíblia com muita atenção entenderemos que as coisas acontecem com a permissão dele; mesmo quando tudo parece que vai dar errado o plano de Deus não se frustra. Ele é que sempre vem ao encontro de uma pessoa se revelando a si mesmo e os seus propósitos.

Deus é Senhor e soberano, por isso devemos nos submeter a sua vontade, e para que isso aconteça devemos orar, é por meio da oração que entendemos o que Deus está fazendo, e só entendendo o que ele está fazendo é que eu posso me submeter a sua vontade, quando entendo isso, permito que a minha vida se alinhe nos seus propósitos, porque é ele quem estabelece o ritmo da minha caminhada. É ele que toma iniciativa de realizar o que é de sua vontade.

2 – Não desista porque a tribulação é passageira

O sofrimento, a tribulação tem hora pra acabar, ela tem fim. O texto diz Por que a nossa leve e momentânea tribulação. É claro que quando estamos passando por um momento de dor ou desânimo esse momento não nos parece tão leve, tão momentâneo assim, mas o que o texto quer nos dizer é que esse sofrimento não durara para sempre, ele vai ter um fim e não podemos olhar para as circunstancias apenas, temos que olhar para Deus.

O apóstolo Paulo chama as perseguições, as prisões, os açoites, as enfermidades, as perdas da vida de “leve e momentânea tribulação”. Só foi possível para ele chamar todas essas lutas de “leves e momentâneas” porque ele tinha uma visão muito clara da eternidade e da recompensa que ele teria em Jesus.

Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desesperados; perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos”.      (II Co 4.8-9)

3 – Não desista… pois haverá recompensa se vc se manter firme

Aqui sofremos, choramos e sangramos. Porém, em comparação com a glória por vir a ser revelada em nós, nossas tribulações são leves e passageiras.

O presente é doloroso, mas o futuro é glorioso. Nosso destino final não é um corpo caquético, mas um corpo de glória. Nossa jornada não termina num túmulo gélido, mas na Jerusalém celeste. Nosso fim não é a morte, mas a vida eterna.

O nosso futuro de glória deve encorajar-nos a enfrentar com alegria a nossa presente tribulação. O que seremos deve nos encher de esperança para encarar sem medo as limitações de quem somos. Vivemos na dimensão da eternidade!

A recompensa eterna reservada para aqueles que amam ao Senhor e perseveram em fé, é incomparavelmente maior do que as lutas e tristezas que possamos ter nesta vida.

Que a gente não desista quando estiver diante da tentação do pecado, diante das lutas, diante das perseguições e das enfermidades. Existe uma recompensa maior para aqueles que permanecem em Jesus apesar de tudo isso. Persevere!

 

Mas aquele que perseverar até o fim será salvo” (Mt 10.22)

 

Áudio: http://www.youtube.com/watch?v=CDFYu4v5VZA&feature=youtu.be