Texto: Lucas 15.1-11

 

Queridos irmãos essa parábola é muito conhecida entre nós cristãos, pessoalmente gosto muito dessa parábola e sempre que a leio tiro grande lições dela. Eue eu tenho certeza que ela tem grandes ensinamentos para nós nesta noite, hoje de modo geral quero trabalhar alguns desses ensinamentos com vocês.

Primeiro eu penso que essa parábola poderia ser chamada de parábola dos dois filhos pródigos ou então a parábola da graça, ou ainda parábola de um pai amoroso. Porque para mim essa parábola fala da Graça de Deus para com o homem aonde Cristo vai ao encontro do ser humano.

 Nos versos 20 diz correu para seu filho, e o abraçou e beijou Lucas 15:20 ele foi ao encontro do filho que estava perdido fora de casa e também foi ao encontro do filho que estava perdido dentro de casa Então seu pai saiu e insistiu com ele Lucas 15:28

Só este fato queridos irmãos desse Pai ir ao encontro dos filhos, já daria um belo de um sermão, pois a atitude deste pai tipifica a atitude de Cristo na cruz por nós. Cristo é que sai ao encontro do homem, você estar aqui essa noite não é merito seu, mas uma ação totalmente de Deus, Cristo foi a o seu encontro quando decidiu antes da fundação do mundo se entegar a morte e morte de Cruz.

Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores. Romanos 5:8 Vocês não me escolheram, mas eu os escolhi  João 15:16 Então se estamos aqui é porque esse pai veio ao nosso encontro.

Vamos ver alguns detalhes interessante dessa parábola:

 VS 12 o filho mais moço pede ao pai a sua herança, detalhe ele faz isso com o pai ainda vivo, ele estava dizendo em outras palavras ao seu pai. Ele estava dizendo ao seu pai o seguinte pai morra, eu desejo a sua morte. Esse filho com essa atitude denuncia a sua natureza rebelde, insensível de alguém que se importa apenas consigo mesmo.

Existia a possibilidade na época dentro do contexto judeu do filho pedir a herança para o pai antes dele morrer, só que o filho que assim fizesse levaria a parte menor que ele tinha direito.segundo a lei Judaica na morte do pai esse filho levaria 1/3 da herança pois os outros 2/3 pertencia ao filho mais velho, mas neste caso por seu pai anda estar vivo ele teria direito apenas a nona parte de sua herança.

 Imagina o coração desse pai como deve ter ficado com a ousadia desse filho, deve ter ficado no mesmo estado que o coração de Deus fica quando muitos filhos apenas o buscam e o obedecem com o fim de conquistar seus sonhos e seus bens materiais.

O texto segue dizendo que o pai dá a herança a esse filho “ele reparte entre eles a fazenda” o amor do pai é demonstrado através dessa atitude, ele atende ao pedido do filho embora saiba que esse filho não mereça.  Ele fazendo isso ele abre a mão de um direito que lhe diz respeito diretamente a sua própria vida, pois quando a herança era repartida aos filhos era feita para que os filhos cuidassem do pai em sua velhice. Esse filho perdido estava ligando a tecla do “to nem ai pra você velho”

Queridos nenhum pai em sã consciência abriria mão desse direito ele diria: “ta bom, você quer que eu morra, quer minha grana antecipadamente pra gastar sozinho e ainda não quer cuidar de mim na velhice, você ta louco é ?”

O que um filho desse merece?, ele merece um baita de um castigo não é verdade, mas não é isso que acontece. O pai respeita o livre arbítrio do filho…eu usei essa palavra aqui livre arbítrio não porque eu creio nela, todos que me conhecem sabem que eu tenho uma compreensão diferente desse tema, mas uso ela aqui pra demonstrar se que se ele fez uso do seu livre arbítrio, o livre arbítrio levou ele a fazer bobagem e das grandes e isso é fato todas as vezes que o homem exerce o seu livre arbítrio ele sói faz caca, só faz besteira, foi assim também em Genesis com Adão e Eva. Ainda bem que Deus interviu em nosso livre arbítrio.

Podemos perceber também que esse filho mais novo com essa atitude ele rompe com seu pai e não apenas com ele, mas com todo um contexto de vida.

1ª Ele rompe com o sistema comunitário: no verso 13 diz que “ele vai para uma terra longínqua” ele rompe com sua aldeia com sua comunidade, ele deixam aqueles que o amam para traz. Essa também é a história de muitas pessoas que num ato de rebeldia a Deus deixam sua comunidade e vão em busca cega por outras coisas e deixam para traz uma família, uma comunidade que o amam.

2ª ele rompe com o sistema religioso: ele rompe com as tradições e doutrinas no verso 15 ele foi trabalhar com porcos, algo que era extremante ultrajante para os judeus por considerar porcos como um animal impuro. E, além disso, tinha que trabalhar no sábado, pois seu patrão não era judeu. Quantas pessoas conhecemos que romperam com a tradição cristã, deixam de lado todo ensinamento que aprenderam quando criança simplesmente pela oportunidade de crescer na vida ou se dar bem financeiramente.

3ª ele rompe com o sistema teológico: “ele vai viver dissolutamente” ele deixa pra lá o mandamentos vive como não existisse não guardou “Honra o teu pai e tua mãe” era responsabilidade dele cuidar da velhice de seus pai. Tem muita gente rompendo com Deus, tem muita gente se afastando de Deus. Todo rompimento com Deus é morte. Se alguém não permanecer em mim, será como o ramo que é jogado fora e seca. Tais ramos são apanhados, lançados ao fogo e queimados. João 15:6

O distanciamento do Pai é sempre considerado a morte. No verso 24 “Pois este meu filho estava morto e voltou à vida; estava perdido e foi achado’. E começaram a festejar.” Lucas 15:24 O pai considerou a distancia do filho como morte, embora o próprio filho não sabia disso. Talvez eu esteja falando para algum desavisado essa noite que não percebe que o seu afastamento do pai vai lhe provocar a sua morte. Volta antes que seja tarde de mais.

 Esse menino chegou ao mais fundo do poço, ao ponto de quere comer as alfarrobas dos porcos, existem dois tipos de alfarrobas uma comestivel docinha apetitosa aqual com certeza não era dada aos porcos e a amarga que só era comida em caso de extrema necessidade. Por se afastar de Deus ele perdeu tudo que tinha até ao ponto que diz o texto que se arrependeu.

 Verso 17 “e caindo em si” no texto grego a tradução é “ele voltou-se a si mesmo”, converteu-se e esse arrependimento produziu neste menino o retorno ao pai, mesmo sem saber se o pai o receberia. Deus esta dizendo pra você essa noite ta na hora de voltar para casa, ta na hora de você cair em sí mesmo. Esse filho se levanta e vai para o pai crendo que será recebido. Assim é o processo da converção, reconhecemos nossos pecados, voltamos a Deus, crendo que seremos recebido e restaurados por Deus,

Esse jovem formula em sua cabeça uma conversa para o encontro com seu pai. Ele se humilha e pedirá ao seu pai para ser apenas um servo assalariado. Existia naquela epoca três tipos de servos, dulos que eram servos da familia, faziam parte da familia, paitês eram os servos dos servos esses dois tipos moravam na casa do seu Senhor eo Místios servos assalariados independente da família morava na aldeia era esse tipo de servo que ele iria propor ao seu pai pois não se achava digno.

E quando ele esta chegando em casa acontece o que para mim é a maioe expressão de amor desse pai, ele estava esperando o filho, assim é a humanidade é por isso que Jesus morreu antes da fundação do mundo, pois ele sabia que seus filhos iriam voltar para casa,  no verso 20 esse pai o avista de longe sai correndo ao seu encontro e lança-se ao seu pescoço e o beija. Oh aleluia Deus  esta esperando os seus filhos voltarem para casa anciosamente.

Quando esse pai sai correndo ao encontro do filho ele esta quebrando muiotos protocolo, pois na comreensão oreintal um homem não corre aristotoles dizia que “grandes homens nunca correm em publico”, mas esse pai não quer saber ele vai ao encontro do seu filho, existia a possibilidade desse filho ser envergonhado e até linchado na entrada da aldeia pois ele havia rompido com a comunidade, não esse pai não deixou ele correu e se adiantou

 E o filho chega com discurso  de arrepndimento pronto, mas é cortado pelos beijos do pai sem nenhuma condenação ele não precisaria acabar o discurso tinha sido aceito pelo pai, pela graça por infinita graça. O pai coloca anel e sandalhas em seu filho, só possuia anel e sandalias aqueles que eram livres, seu pai estava considerando–o como um homem livre o pai estava proporcionando a liberdade. Somente o pai pode nos libertar. Jesus é a verdade que liberta. Se o filho vos libertar verdadeiramente sereis livres.

Outra coisa que podemos enxergar nessa parábola é que havia nesta família uma relação de conflito entre os membros. Para os ouvintes dessa parábola, aqueles que estavam escutando Jesus contar a parábola, eles esperava uma intervenção conciliadora do filho mais velho, pois essa atitude de seu irmão o prejudica também, bem como a atitude de seu pai repartir tudo igual entre eles, sendo que a lei dizia outra coisa, mas não houve nenhuma intervenção apenas o silêncio do filho mais velho demonstrando uma relação de conflito do filho mais velho com o pai, a relação dos dois não eram das melhores.

 Quero encerrar dizendo que os dois filhos falharam na relação com pai. O pai representa a Deus, o filho pródigo representa aqueles que se afastaram da casa do pai e o filho mais novo representa os crentes. O pai precisou ir ao encontro desse filho também ele também estava perdido ele não tinha seu núcleo na família ele disse ao seu pai ele disse 29 “nunca me deste um cabrito para celebrar com meus amigos” ele trabalhava e obedecia ao pai não por o amava  ele não se considerava um filho, ele achava que porque fazia e obedecia tinha que ser considerado especial é a tal da meroclassia “eu sempre fiz tudo”

 É por isso que tem muita gente dentro da igreja que esta perdida dentro da casa do pai como esse filho mais velho, não desfrutam de uma intimidade com o pai. Reclamam e não se alegram com o retorno dos filhos pródigos e muito menos com a ascensões deles. Muitos desses filhos estão na casa do pai mas com o coração no mundo.

 E Deus esta dizendo essa noite filho volta. Deus espera tanto do filho perdido fora de casa quanto do filho perdido dentro de casa que se arrependa e retornem para a festa que o pai preparou para todos eles.

Áudio: 
http://www.youtube.com/watch?v=XHPWkMAKb3M&feature=youtu.be

Marcelo Navarro