– Jugo é canga, uma peça de madeira que prende dois bois ou mais e os liga ao carro ou ao arado para que o puxem. 

– Isto era bastante comum nos dias de Cristo e ainda é usado hoje em alguns lugares. 
1- Um boi sozinho poderia não conseguir puxar o arado. 
– Os desafios da vida serão grandes demais se tentarmos resolver tudo sem Deus. Então ficaremos cansados, oprimidos e sobrecarregados. 
2- Normalmente, eram colocados um boi novo e um boi mais velho no mesmo arado. 
– O boi novo era forte. O boi mais velho era experiente e conhecia o trabalho. O boi novo poderia querer pastar a todo instante ou sair da trilha. O boi velho o puxaria no rumo certo. 
3 – Jesus nos convida a tomar sobre nós o seu jugo. 
– Ele quer nos libertar de outros jugos que representam escravidão (pecado, vícios, demônios, etc). 
– Ele quer que tenhamos compromisso com ele. Quer andar conosco e nos conduzir no caminho direito. 
Conclusão:
– “Encontrareis descanso para as vossas almas.” O Senhor nos trará refrigério e salvação. 
– Teremos trabalho e dificuldades, mas contaremos com o seu poderoso auxílio e, ao final da jornada, seremos recompensados. 
Anísio Renato de Andrade