I. É preciso ter persistência. V. 47-48.
1. Nada podia deter seu clamor, e o fato de ser levado à presença de Jesus.
2. Houve uma corda de esperança em sua vida e ele se agarrou a ela com toda sua força.
3. Era uma vontade desesperada de ver a Jesus e talvez fosse sua última chance.
4. A multidão estava prestes a impedir aquele encontro, mas Bartimeu gritou mais alto.

II. É preciso responder ao chamado de Jesus. V. 49-50.
1. Sua resposta ao chamado de Jesus, foi imediata e determinada. Lançou fora sua capa, que o impedia de movimentar-se rapidamente.
2. Muitos que escutam o chamado de Jesus reagem de forma contrária, Lucas 14:16-20.

III. É preciso expressar de forma clara nossa necessidade. V. 51.
1. A pergunta de Jesus visava desenvolver sua fé. Jesus utilizava o método de perguntas e respostas, Marcos 8:27-28; 9:16.
2. Temos que ser específicos em nossos pedidos ao Senhor.

IV. É preciso clamar com todas nossas forças. V. 48.
1. Bartimeu pouco sabia a respeito de Jesus, mas o chama de “Filho de Davi”, um título messiânico, que se referia a um Rei que seria usado por Deus para restaurar o Reino de Israel. Esta era uma concepção inadequada a respeito de Jesus, mas era o que ele podia expressar.
2. Para sermos abençoados por Deus, não nos é exigido extenso conhecimento, ou conhecimento perfeito dele, João 9:35-38.

V. É preciso agradecer ao senhor. V. 52.
1. Bartimeu, ficou tão agradecido, que se uniu à caravana de Jesus em direção a Jerusalém.
2. Muitos são abençoados por Jesus e voltam-lhe as costas, Lucas 17:11-16.