formigas-em-fila-carlos-weiker_1Texto: Provérbios 30.24-28

Introdução
> Nada do que está escrito nas Escrituras está por acaso!

Transição
> O texto nos fala de 4 animais que são muito espertos, são mais sábios que os sábios.

I.) Formigas – v. 25
> Dois aspectos se destacam quanto às formigas:
– Não são preguiçosas – ver Pv 6.6-11; 13.4; 21.25
– São prevenidas – Pv 30.25
> Devemos saber discernir o tempo das nossas vidas, ou seja, preparar no verão para termos no inverno:
– No aspecto financeiro
– No aspecto espiritual – devemos “acumular” oração, conhecimento da Palavra, busca do Senhor em tempos tranquilos, de abundância, para que nos tempos de tribulação, de lutas, estejamos bem supridos!
> Nós somos hoje o que plantamos no passado e seremos amanhã o que estamos plantando hoje!

Aprenda a ser u pregador de excelencia hoje mesmo

II.) Arganazes (Coelhos selvagens) – v. 26
> “… fazem a sua casa nas rochas…” – v. 26
> Isso lembra o ouvinte praticante da Palavra que construiu sua casa sobre a Rocha – Mt 7.24-27
> Princípios das Escrituras = Manual do Fabricante!
> As leis espirituais são absolutas. Ninguém está imune às leis espirituais, nem mesmo aqueles que as ignoram. Ex. Criança que cai de edifício!
> Ex.: Dízimo (Mt 23.23); devemos seguir o princípio do dízimo, mas não negligenciar outros princípios!

III.) Gafanhotos – v. 27
> Fala de unidade e organização – “… avançam em bandos…” – v. 27
> Unidade no lar, família, igreja, trabalho, etc. Ex. Time de futebol unido e outro “rachado”
> Fala também de organização, planejamento – ver Lc 14.28-32

IV.) Geco (Aranha ou Lagartixa) – v. 28
> “… qualquer um pode pegar com a mão, mas podem ser encontradas até nos palácios…” (NTLH)
> Através da nossa oração temos acesso a todas as pessoas e lugares!
> A oração não tem limites pessoais nem geográficos – ver Mt 8.5-13.

Pr. Ronaldo Guedes Beserra