1     TEMA
Quatro perguntas que podem mudar a sua vida
2.       TEXTO
Marcos 4:35-41
3.       OBJETIVO
Salvação e Restauração
4.       INTRODUÇÃO
Existe uma máxima filosófica que diz que “não são as respostas que movem o mundo, mas sim, as perguntas”. Mas é impressionante como as perguntas se tornam mais frequentes e difíceis de responder quando estamos enfrentando momentos de adversidades. 
Neste trecho das Escrituras vemos quatro perguntas. Duas delas feitas pelos discípulos e outras duas feitas pelo Senhor. Longe de ter todas as respostas, saber responde-las pode determinar o futuro da nossa fé, e por que não dizer, da nossa própria vida.
5.       DESENVOLVIMENTO
a.       1ª Por que o Senhor não se importa?(discípulos)
                                                               i.      Sempre que a vida foge do nosso controle, essa pergunta vem à tona.

                                                             ii.       A vida é uma série de problemas: Ou você está vivendo um agora, ou está saindo de um, ou você está se preparando para enfrentar outro.
1.        A razão disso é porque Deus está mais interessado no seu caráter do que no seu conforto;
2.       Deus está mais interessado em santificar a sua vida do que Ele está de fazer dela uma vida feliz. Nós podemos ser razoavelmente felizes aqui na terra, mas este não é o propósito da vida.
3.       O objetivo é crescermos em caráter, à semelhança de Cristo.
                                                            iii.      Não importa o quanto às coisas na sua vida sejam boas, tem sempre alguma coisa ruim que precisa ser trabalhada. E não importa o quão ruim sejam as coisas na sua vida, tem sempre alguma coisa boa pela qual você pode agradecer a Deus.
1.       Você pode focar nos seus propósitos ou pode focar nos seus problemas.
As duas perguntas pronunciadas por Jesus foi para que a tempestade que estava acontecendo do lado de fora não os atingisse do lado de dentro.
b.      2ª Por que vocês ainda estão com medo? (Jesus)
                                                               i.      Quando Jesus pergunta a eles sobre “estarem com medo” ele muda a base de seus pensamentos. Eles teriam que pensar antes de reagir.
1.       Os discípulos estavam controlados pelo medo e pela ansiedade.
2.       O medo é natural diante das tempestades. O que não pode acontecer é sermos controlados pelo medo.
3.       Jesus sabia que não se pode ter esperança e medo ao mesmo tempo.
4.       O medo pode preencher o mundo a nossa volta, mas não pode preencher o nosso coração.
c.       3ª Vocês não têm fé? (Jesus)
                                                               i.      O medo enfraquece nossa memória;
1.       Nos faz esquecer o que Ele já fez e de como Ele é bom;
2.       O medo nos faz esquecer a gente tirar Deus da solução e supervalorizar os nossos problemas;
                                                             ii.      Encontrando Deus na tormenta
1.       Sempre queremos encontrar Deus nos cultos de adoraçã, na mesa do natal, nos eventos da igreja…mas é nos temporais que Ele faz o seu melhor trabalho, porque é nos temporais que Ele tem mais nossa atenção.
d.      4ª Quem é este? (discípulos)
                                                               i.      A resposta a essa pergunta passa por outra pergunta: Quem sou eu?
1.       Geralmente nos definimos por um conjunto de coisas!
2.       No final, não seremos conhecidos por aquilo que possuímos ou pelo que realizamos. Seremos conhecidos pela nossa relação com Jesus.
                                                             ii.      O que Jesus queria é que seus discípulos soubessem era que Ele era o Salvador da humanidade.
1.       Ele lhes poderia oferecer pão, porém Jesus disse: “nem só de pão viverá o homem…”
2.       Ele poderia lhes oferecer cura, mas ao coxo descido pelo telhado Ele disse: “seus pecados estão perdoados”…
3.       Ele poderia oferecer reconhecimento, mas para Nicodemos Ele disse: “é necessário que nascer de novo”…
4.       Ele poderia oferecer bem estar, ajuda emocional e psíquica, mas para o endemoniado Gadareno  Ele manda anunciar aos outros o que havia acontecido com ele.
6.       CONCLUSÃO ler Mc 5:1
“… Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome; e quem crê em mim nunca terá sede.” Jo 6:35
“… Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida.”  Jo 8:12
“… Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens.”  Jo 10:9
“… Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas.” Jo 10:11
“… Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá;” Jo 11:25
“… Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida.  Ninguém vem ao Pai senão por mim.”  Jo 14:6