SETE COISAS IMPORTANTES NO MINISTÉRIO DA IGREJA LOCAL

1) O culto a Deus – Sl 96.1-10; Mt 4.10; Jo 4.21-24
2) As orações comunitárias – At 1.13,14; 2.42; 4.23,24; 12.5 
3) A leitura e exposição das Escrituras – 2 Tm 3.16,17; Hb 4.12; 2 Pe 1.19-21
4) A proclamação do Evangelho – Mt 28.18-20; Mc 16.15,16; Lc 24.47; At 1.8
5) A administração dos sacramentos (batismo – Mt 28.18-20; Mc 16.15,16; At 2.38,39; Ceia do Senhor – Mt 26.26-28; 1 Co 11.23-26) 
6) O ofertório – Ml 3.10; Pv 3.9,10; 
7) A beneficência – Gl 6.10; Hb 13.16; Rm 12.13; 1 Co 16.1-4

PEDRAS QUE DIFICULTAM A AÇÃO DE DEUS NA IGREJA
Jo 11.38-45 (Tirai a pedra)
Falar sobre desejo de Deus operar na Igreja e através dela, e que as pedras impedem
Deus é o Deus abençoador, e deseja fazer isso

1) A pedra da incredulidade – Jo 11.38-40; Hb 11.6; Mt 13.58; Mc 6.5,6; 9.23; Hb 3.17-19
2) A pedra da desobediência a Palavra de Deus – 1 Sm 15.22; Jn 1.1-3; Jo 9.31; Is 59.1,2; Sl 84.11
3) A pedra da indiferença a obra do Senhor – Mt 6.33; 25.14-18; At 18.11-17; Rm 12.1,2; Jr 47.10; Lc 9.62; Ap 2.4,5; Gl 2.20; Cl 4.17
4) A pedra do mundanismo – 1 Jo 5.19; 2.15-17; Mt 4.8,9; 2 Tm 3.10; Fp 3.17-19
5) A pedra da desunião, da falta de unidade na Igreja – Gl 5.20; Fp 4.2,3; 1 Co 12.12-27; Jo 17.20-23; Jd 19; Ef 4.1-6; Pv 6.16,19

A GRAÇA DE DEUS
At 15.11

1) É soberana e livre na sua execução – Rm 9.10-18; Ef 1.11; 2 Rs 5.9-14; Mc 7.31-35
2) É universal no seu aspecto abençoador – Jo 3.27; Tg 1.17; Mt 5.45; Sl 145.9,16
3) É limitada aos eleitos no seu aspecto salvador – At 13.48; 2.47; Ef 1.3-6; Jo 6.44,45; 10.26-28
4) É exclusiva em sua revelação na pessoa do Senhor Jesus Cristo – Jo 1.16,17; Tt 2.11; 1 Tm 2.5; 1 Pe 1.13; At 4.12; Jo 14.6; 2 Tm 2.1
5) É poderosa nos seus efeitos benfazejos – Mt 7.35; Jo 11.43,44

PRINCÍPIOS BÍBLICOS RESGATADOS PELA REFORMA PROTESTANTE

Aprenda a ser u pregador de excelencia hoje mesmo

1) As Sagradas Escrituras como a Santa Palavra de Deus, inspirada verbal e plenariamente, como revelação especial de Deus, única regra de fé e prática da vida cristã (Sola Scriptura).
2) A graça de Deus através de nosso Senhor Jesus Cristo como a fonte de todas as bênçãos para a vida do homem especialmente do cristão (Sola gratia).
3) A fé como meio ou canal através do qual recebemos as bênçãos de Deus (Sola fide).
4) A crença num único Salvador Jesus, Deus verdadeiro, igual ao Pai em substância e atributos (Solus Christus)
5) A glória de Deus como objetivo maior do viver do crente (Soli Deo gloria)

A PROFETISA ANA
Lc 2.36-38

1) Pertencia ao povo de Deus (tribo de Aser)
2) Tinha um ofício no meio do povo de Deus (profetisa)
3) Amava a Casa do Senhor (não se afastava do templo)
4) Servia ao Senhor (servindo a Deus)
5) Tinha uma vida devocional intensa (perseverava noite e dia em jejum e oração)
6) Era sensível a direção do Espírito (sobrevindo naquele momento)
7) Testemunhava da graça salvadora de Cristo (falava dele à todos)

A RESPOSTA DAS ORAÇÕES DOS CRENTES
Depende…

1) Da mediação de nosso Senhor Jesus Cristo – 1 Ts 2.5; Ef 2.18; Jo 14.13,14; Jo 15.16b
2) Da vontade de Deus – 1 Jo 5.14; Pv 19.12; 2 Co 12.8,9
3) Da sinceridade do coração – 1 Cr 29.17; Sl 15.2; 18.25; Pv 11.20
4) Da obediência a Palavra de Deus – Jo 15.7; Sl 66.18; Jo 9.31
5) Do Perdão que dispensamos aos outros – Mt 6.14,15; Mc 11.25,26; Mt 5.23,24

TEMAS RELEVANTES NA VIDA CRISTÃ

1) A Igreja na sua expressão local como instituição divina
2) A graça de Deus como a fonte de todas as bênçãos concedidas
3) A necessidade da fé como resposta a graça de Deus
4) O perdão do pecado como a verdadeira fonte da felicidade 
5) O padrão ético definido na Palavra de Deus
6) A Obra de Deus como tema prioritário em nossas vidas