– Tiago significa “suplantador”, com a idéia de “segurador de calcanhar”. O nome grego corresponde ao Iacôv, o Jacó do Antigo Testamento. Tiago, no NT, é Jacó, no AT. A primeira questão é: quem é este Tiago, autor da epístola que leva seu nome?

1. OS TIAGOS DO NOVO TESTAMENTO – Há cinco homens com este nome no NT.
1) O pai de um dos discípulos chamado Judas (não o Iscariotes) – Lucas 6.16
2) Um discípulo, filho de um homem chamado Alfeu – Lucas 6.15. Era irmão de Mateus.
3) Um discípulo chamado “Tiago, o menor” (ou “Tiago, o mais moço”) – Marcos 15.40
4) Um discípulo, irmão de João, e filho de Zebedeu – Mateus 10.2
5) Um irmão de Jesus – Mateus 13.55. Era incrédulo (Jo 7.5) e achava que o irmão era louco: Marcos 3.21. No livro de Atos, entretanto, encontramos todos os irmãos de Jesus convertidos: Atos 1.14. Como Tiago mudou? 1Coríntios 15.7 diz que Jesus ressuscitado apareceu a ele. Deve ter influenciado os irmãos. Ou Jesus apareceu a todos os irmãos e se cita Tiago por causa de sua liderança.
2. TIAGO, O LÍDER – Quando Pedro foi solto da prisão mandou que o avisassem: At 12.17. Líder na igreja: Gálatas 1.19. Era o pastor da igreja de Jerusalém e fez a proposta que dividiu cristianismo e judaísmo: At 15.19-21. Sua carta deve ter sido o primeiro livro do NT, na década de 40, no 1º. século. A citação de Rui Barbosa (Tiago, nosso contemporâneo, p. 18).
3. SUA MORTE – Ver livro Tiago, nosso contemporâneo, p. 17.
CONCLUSÃO – OU LIÇÕES DE TIAGO PARA NÓS:
1) O poder da pessoa de Jesus. Até o mais cético, se um dia for sincero, terá que reconhecer que Jesus era quem dizia ser. Ser honesto diante dele leva a pessoa a se render a ele.
2) O poder da conversão. De alguém que achava que o irmão era louco, a alguém que se declara seu servo (Tg 1.1). E morre por causa dele. A conversão é compromisso. Nao é só receber bênção. É comprometer-se.
3) A humildade do líder. Ele não se declara “irmão de Jesus”. Dizem isto dele. Ele se diz servo. Há gente que parece dona de Jesus. Cuidado com gente que precisa de holofote.
4) A dedicação à oração. Era chamado, segundo o historiador Hegesipo, de “Tiago, o Justo”. Diz-se que passava tanto tempo em oração que tinha os joelhos calejados. Um homem que orava.