TRANSFORMANDO BARRO EM VASOS DE HONRA – Jer. 18:1-18

1  A palavra do SENHOR, que veio a Jeremias, dizendo:

2 Levanta-te, e desce à casa do oleiro, e lá te farei ouvir as minhas palavras.

3 E desci à casa do oleiro, e eis que ele estava fazendo a sua obra sobre as rodas,

4 Como o vaso, que ele fazia de barro, quebrou-se na mão do oleiro, tornou a fazer dele outro vaso, conforme o que pareceu bem aos olhos do oleiro fazer.

5 Então veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:

6 Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o SENHOR. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel.

7 No momento em que falar contra uma nação, e contra um reino para arrancar, e para derrubar, e para destruir,

8 Se a tal nação, porém, contra a qual falar se converter da sua maldade, também eu me arrependerei do mal que pensava fazer-lhe.

9 No momento em que falar de uma nação e de um reino, para edificar e para plantar,

10 Se fizer o mal diante dos meus olhos, não dando ouvidos à minha voz, então me arrependerei do bem que tinha falado que lhe faria.

11  Ora, pois, fala agora aos homens de Judá, e aos moradores de Jerusalém, dizendo: Assim diz o SENHOR: Eis que estou forjando mal contra vós; e projeto um plano contra vós; convertei-vos, pois, agora cada um do seu mau caminho, e melhorai os vossos caminhos e as vossas ações.

12 Mas eles dizem: Não há esperança, porque andaremos segundo as nossas imaginações; e cada um fará segundo o propósito do seu mau coração.

13 Portanto, assim diz o SENHOR: Perguntai agora entre os gentios quem ouviu tal coisa? Coisa mui horrenda fez a virgem de Israel.

14 Porventura a neve do Líbano deixará a rocha do campo ou esgotar-se-ão as águas frias que correm de terras estranhas?

15 Contudo o meu povo se tem esquecido de mim, queimando incenso à vaidade, que os fez tropeçar nos seus caminhos, e nas veredas antigas, para que andassem por veredas afastadas, não aplainadas;

16 Para fazerem da sua terra objeto de espanto e de perpétuos assobios; todo aquele que passar por ela se espantará, e meneará a sua cabeça;

17 Com vento oriental os espalharei diante do inimigo; mostrar-lhes-ei as costas e não o rosto, no dia da sua perdição.

18  Então disseram: Vinde, e maquinemos projetos contra Jeremias; porque não perecerá a lei do sacerdote, nem o conselho do sábio, nem a palavra do profeta; vinde e firamo-lo com a língua, e não atendamos a nenhuma das suas palavras.

Não existe o impossível para Deus. Ele não conhece essa palavra. Ele sabe de tudo o que está acontecendo na terra, nos planetas, no mais profundo dos oceanos. Ele sabe todas as coisas.

*****

Mas há uma dimensão que para Deus é complicada. Ele enfrenta um enorme desafio de lidar com seres humanos. Até os demônios não são problemas para Deus. Manter os sistemas organizados, para Ele é fácil. Mas lidar com seres humanos, sempre foi um problema para Deus.

Deus não pode  exigir obediência à força. Deus poderia me forçar os seres humanos a obedecê-lo, mas ele não faz isso. Sabe por quê? É porque se Deus me forçar a obedece-lo, Ele não terá a minha SUBMISSÃO, mas a minha SUBSERVIÊNCIA.

Deus não pode ser muito severo com a raça humana. Porque se Deus for severo ninguém subsistirá. Todos morrerão. Mas Deus também não pode ser leniente, suave, brando com a raça humana. Porque se Ele for leniente, teremos libertinagem e não liberdade. Nós somos um problema para Deus, porque Ele não pode, por exemplo, estar de todo manifestado no nosso meio. Se Deus se manifestasse plenamente em nossa vida, seriamos ofuscados pela Sua presença. Então ELE tem que se ausentar, mas não muito, senão ficaríamos desamparados.

Então, somos uma dificuldade para Deus, que é fazer com eu e você o amemos, sem que ele tenha comprado o nosso amor. E como Deus ganha o amor dos homens, sem que Ele force esse amor? Como Ele pode mostrar que está presente em nossa vida, ao mesmo tempo nos dando liberdade. Como pode ser Ele misericordioso, sem estar conivente com o pecado? Ser justo sem acabar com a raça humana, perdoador e não fazer acepção de pessoas é um problema para Deus.

Os seres humanos tem sido ao longo da criação, um problema para Deus. É nesse contexto que o profeta Jeremias fala.

Jeremias era um sacerdote, antes de ser profeta. Jer. 1:1. Ele foi designado por Deus para ser profeta, ainda no ventre de sua mãe. Jer. 1:5. Começou o seu ministério durante o reinado de Josias, rei de Judá. O profeta esteve presente no funeral do rei Josias. II Crôn. 35:25. Jeremias foi celibatário, isto é, não se casou. Jer. 16:1-4. Nunca se casou porque viveu num período próximo a um grande desastre, então Deus disse a ele para não casar para que os seus filhos não sofressem. O profeta Jeremias, foi um profeta sem sucesso. Nunca conseguiu converter ninguém. Jeremias era um profeta que falava a ouvidos moucos. Então, quando você conhecer um pastor sem sucesso, lembre-se de Jeremias. Pode ser um Jeremias. A “igreja” de Jeremias era a igreja de um só membro:  era ele só. Não conseguiu ganhar ninguém. Isto está registrado em  Jer 12:6,

Jeremias foi um profeta odiado. Apanhou muito. Foi preso. Jer. 20:1-3. Jeremias foi perseguido e julgado como traidor (Jer. 37:11-16), porque o profeta andava por Judá dizendo: “o rei da Babilônia vai invadir Judá e é Deus quem está mandando o rei da Babilônia em cima da gente”. Então todos detestavam aquele profeta. Ele apanhou, sofreu, foi chicoteado, perseguido e tratado como traidor.

Quando ele está profetizando que ele ia ser um porta-voz da destruição de Deus (e não da bênção), Deus chamou o profeta e disse: “VÁ ATÉ A CASA DO OLEIRO”. O oleiro trabalha com argila molhada, gira a roda com o pé, ele mete os dois dedos no centro da argila, e vai formando um vaso.

Jeremias entrou, e o oleiro estava trabalhando um vaso, pote ou uma jarra. E quando ele estava criando esse pote, o mesmo se desfez nas mãos do oleiro. Estragou-se. Então o oleiro recomeçou a fazer o vaso. E fez outro vaso de acordo com a sua vontade. Então Deus diz assim: “Israel, eu posso fazer isso com você.”

Deus pode pegar a vida de qualquer pessoa e fazer o que quiser. Ele pode fazer isso com as estrelas, o sol, as marés. Ele pode curar um câncer, ressuscitar um morto de quatro dias. Para Deus não existe o difícil. Ele pode colocar uma moeda na boca de um peixe. Ele pode transformar água em vinho, multiplicar pães e peixes e alimentar uma multidão. Nada é difícil para Deus.

E você me pergunta “pastor, porque Deus não faz isso comigo? Ah, eu sou tão difícil. Porque Deus não faz isso comigo?  Porque a minha vida é tão difícil. Ele podia pegar a minha vida como barro e fazer o que quisesse comigo. Então porque ele não o faz?”

Vamos aprender alguns princípios que Deus quer nos ensinar a partir desse texto.

1 – DEUS PODERIA NOS MANIPULAR. MAS ELE PREFERE NÃO O FAZÊ-LO

Vs. 6 e 7 Deus diz: Será que Eu não posso fazer assim com vocês, Israel? Mas no S. 7 Deus diz: “Se eu decretar que uma nação ou reino converter-se, eu me arrependerei e não trarei a desgraça que eu tinha planejado”.

Deus pode fazer o que Ele quiser, mas ele prefere agir de acordo com as nossas atitudes, com as nossas respostas às Suas diretrizes.

Deus poderia pegar você, teimoso, colocar freio na sua boca e dirigi-lo para onde Ele quisesse. Não poderia? Então porque Ele não faz? Veja o que diz o Salmo 32:8-9 “Eu o instruirei e o ensinarei no caminho em que deve seguir. Não sejam como o cavalo ou burro que precisam ser controlados com arreios”.

Porque Deus não nos trata com cabresto? É porque seríamos robotizados. Ele teria a minha subserviência, mas nunca teria a minha obediência. Porque obediência, não se consegue com cabresto. Com cabresto, consegue-se subserviência. Eu posso tirar o cinto da minha calça, olhar para o meu filho e dizer assim “você vai fazer como eu estou mandando”. Ele faz. Mas se o seu coração não estiver disposto a obedecer, não adianta. E porque Deus não lida conosco como cabresto? É porque ele prefere nos ACONSELHAR. Deus poderia pegar a minha vida e fazer do jeito que ele quisesse. Eu iria dormir hoje à noite um pedaço de argila disforme, e acordaria amanhã uma xícara bonitinha. Mas ele estaria roubando de mim os processos de maturidade. Deus poderia pegar Israel e transformá-los num monte de gente que obedece a DEUS. Fantoches nas suas mãos, ou marionetes controlados por linhas, ou um computador que só faz o que a gente manda ele fazer. Mas Deus não quer que seja assim. Deus não quer nos manipular, mas quer que nós cresçamos no processo.

Por isso, vencer o pecado, não é uma obra automática do Espírito Santo. Já vi gente dizendo: “Ah, pastor, um dia o Espírito Santo vai arrancar isso de dentro de mim, e eu vou ficar livre disso”. Isso não vai acontecer!

Quando eu me converti, eu fumava e continuei fumando. Não apareceu nenhum anjo fazendo um milagre e tirando a minha vontade de fumar. Eu simplesmente parei de fumar. Venci as síndromes de abstinência e tomei a decisão. Eu quis, parei, sofri e venci o vício do cigarro.  O seu fraco é sexo? Você tem que parar de fazer o que não presta, de se prostituir, de fazer sexo fora do casamento. O Espírito Santo não vai arrancar isso de você. Você precisa tomar uma decisão de parar de pecar e seguir a Cristo.

2 – OS DESÍGNIOS DE DEUS PODERIAM SER AUTORITÁRIOS E INEGOCIÁVEIS, MAS ELE PREFERIU QUE NÃO FOSSEM.

Vs 8 a 10. Deus poderia dizer  “é assim, e acabou-se”.  Mas o que Deus está dizendo é “SE AS PESSOAS MUDAREM, EU MUDO”. Se as pessoas saírem da rebelião e entrarem na submissão, Deus promete mudar o juízo em bênção. Se eu advertir e ele se converter, a desgraça deixa de ser desgraça.

Deus poderia dizer assim: “eu vou fazer assim e acabou-se”. Mas Deus prefere entrar num relacionamento verdadeiro e amoroso. Então, vejam bem, assim como não é muito tarde para se arrepender, nunca será tarde demais para receber a misericórdia de Deus. Assim como não é muito tarde para se arrepender, nunca será tarde demais para receber a misericórdia de deus.

Vejamos Deuteronômio 30:19 “hoje invoco o céu e a terra como testemunha contra vocês… coloquei a vida e a morte… bênção e maldição….” O que é que Ele manda eles escolherem?

Deus tem nas mãos duas coisas: um prato cheio de  e um prato de lagosta na manteiga. E Deus diz assim: “eu tenho as duas coisas, e invoco os céus como testemunha, de que estou oferecendo para você. A bênção ou a maldição. E o que você escolher, isso será teu.”

Isaías 1:18-19 … “venham, vamos refletir …. vinde e arrazoemos… ainda que os pecados sejam vermelhos como a escarlate, serão brancos como a neve. Vermelhos como a púrpura, serão brancos como a lã. Se estiverem dispostos a obedecer, comerão os frutos dessa terra. Mas se rebelarem, serão devorados à espada”.

Deus não trabalha de maneira arbitrária, mas em parceria. “Escolha agora”, diz o Senhor.  Jeremias 21:8 “Digam a este povo: assim diz o Senhor. Ponho diante de vocês o caminho da vida e o caminho da morte”.

“Ah, pastor, porque tudo é tão difícil para mim”? É porque Deus escolheu soberanamente não te manipular, mas preservar em você o direito da escolha. Escolha? Mas por que Deus faz isso? Porque Ele não controla tudo de uma vez? É porque se Deus controlasse, você deixaria de ser humano. Você passaria a ser uma besta do campo, um animal domesticado, nunca uma vida livre.

3 – OS JUÍZOS DE DEUS PODEM VOLTAR ATRÁS, PORQUE SÃO CORRETIVOS E NÃO PUNITIVOS.

Pastor, Deus volta atrás? Volta! Aqui está um texto que Ele volta atrás. Temos vários exemplos na Bíblia de que Ele volta atrás. O exemplo mais clássico é a historia do profeta JONAS e a cidade de Nínive. Deus disse: vai para Nínive, ele disse: não vou! Vai, não vou! Eu não disse que nós somos o problema de Deus? Ele em vez de entrar em um navio que ia para Nínive entrou em um navio que ia para Tarsis. Aí Deus enviou uma tempestade. O navio estava sendo açoitado, e ele: “não vou, não vou”…. Os marinheiros descobriram… jogaram-no no mar… aí, no meio do fedor da barriga do peixe, sendo vomitado foi… Anunciou que em 40 dias a cidade seria destruída… todos se arrependeram… até os animais jejuaram…. Aí o profeta está indo embora, e Deus manda o profeta de volta para anunciar “VOLTA E DIZ QUE EU ME ARREPENDI DO MAL QUE EU TINHA PROMETIDO FAZER SOBRE NÍNIVE”. Vai anunciar lá. Aí Jonas disse: “Eu não disse? É por isso que eu não queria ir. Porque eu sei que tu és um Deus assim, misericordioso. Eu já sabia que tu eras desse jeito. Eu já sabia de antemão que já ia dar nisso mesmo. Que tu és um Deus que se arrepende”.

Aí você me pergunta: porque é que Deus se arrepende, pastor? DEUS SE ARREPENDE, PORQUE OS JUÍZOS DE DEUS NÃO VISAM DESTRUIR, MAS CORRIGIR. Então tem gente que chega e diz: Pastor, Deus está pesando a sua mão sobre mim. Acho que Ele está contra mim. Aí eu digo: “contra? Deus está a favor de você!”

E se Ele está pesando a mão, é que Ele quer que o caminho que você vá, você dê meia volta e diga: não, eu não quero ir mais por este caminho! Veja Jer 18:11. “Estou preparando uma desgraça… fazendo um plano contra vocês.. por isso, converta-se!! Voltem! Porque isso que eu estou intentando contra vocês não é para destruir, é para você voltar”.

Você sabe por que é que a gente peca? A gente peca porque a gente se convence de que COMIGO VAI SER DIFERENTE. Eu vou conseguir. Os outros não conseguiram, mas eu vou conseguir. Os outros pecaram e se deram mal, mas eu sou mais esperto!!! O sujeito lá adulterou e acabou com o casamento e foi uma desgraça, mas eu sei administrar o negócio melhor do que ninguém!

A pessoa hoje que fuma sabe que vai ter câncer, efisema, morte terrível. No maço de cigarros já há essa informação. Mas o sujeito compra! Se você é fumante, saiba disso: a morte de fumante é horrível! Prepare-se!!! Mas sabem por que a pessoa começa a fumar? É porque ele diz assim: eu vou fumar, e paro a hora que eu quiser! O drogado pensa assim: o outro vai morrer mar eu não! Eu paro quando eu quiser!

O adúltero pensa assim: ah, isso é só uma aventura. Eu paro a hora que eu quiser. Aí ele vai se encrencando, em casa tem que mentir para encobrir outra mentira, e diz que um dia eu paro. Mas nunca para. E ele vai se convencendo! Por isso é que Deus pune o pecado, para você saber que é amargo pecar. Que é desgraçado pecar!

Você sabe qual é o salário do pecado? É MAIS PECADO, MAIS PECADO, MAIS PECADO, até que quando você estiver num estágio que não consegue mais administrar, vem o preço final: A MORTE!

4 –  O TAMANHO DO PECADO E A EXTENSÃO DO JUÍZO, ESTÃO DIRETAMENTE PROPORCIONAIS AO NOSSO GRÁU DE CONHECIMENTO

Existe pecadinho e pecadão? Existe! Opa! Quem disse que não existe? EXISTE SIM! Quer ver? Na Bíblia: Lucas 12:47-48 “aquele servo que conhece a vontade do seu Senhor e não prepara o que ele deseja, receberá muitos açoites… o que não conhece receberá poucos açoites…. A quem muito foi dado, muito será exigido….

João 19:11 Jesus conversando com Pilatos: “tu não terias nenhuma autoridade sobre mim, se essa não fosse dada de cima…. aquele que me entregou a ti é culpado de um pecado maior”..

“Há pecado que é para morte”.

O que determina o que é pecadinho e pecadão é o meu grau de conhecimento. Se eu sei e faço o pecado, é maior do que o pecado de quem não sabe e faz.  Porque o pecado do sumo sacerdote era maior do que o de Pilatos? É porque a quem Deus dá muito, VAI REQUERER MUITO.

Exemplo: uma pessoa manobrando o carro, dentro da garagem do prédio. Amassa o carro numa coluna. A pessoa é motorista nova, então o acidente é até aceitável. Agora, se um motorista da VIAÇÃO COMETA está na garagem e amassa o ônibus na coluna do galpão, tem responsabilidade maior.  Ele sabe mais! Aquele erro é inadmissível para quem conhece!

Pilatos mandar crucificar a Cristo, está errado. Mas, o sumo sacerdote!!!

Por isso, tome muito cuidado com a igreja que você vai freqüentar. Aqui na igreja Cristo é Real você está recebendo muito e crescendo em conhecimento. E quanto mais você conhece, maior é a sua responsabilidade. Se você não quer levar Deus a sério, eu sugiro que você vá para uma igreja mais leve, com mais música, com mais ofertas, com mais campanhas, mais light.

Por isso, preste atenção: os S. 13 a 17, a punição que veio sobre Israel foi seriíssima. “Pergunte entre as nações se alguém já fez alguma coisa dessas? Coisa horrível fez a virgem de Israel. O que você fez, foi horrível”, disse Deus. Por quê? PORQUE É TOLERÁVEL QUE SEJA FEITA EM UMA OUTRA NAÇÃO. MAS SER FEITA EM ISRAEL??? DEUS DIZ:”EU NÃO ADMITO!!!

5 – TODO O DRAMA HUMANO SE RESUME NA CONVERSÃO DO QUERER

“Eu não quero….” O grande problema nosso, não é que a gente não consegue. O PROBLEMA NOSSO É QUE A GENTE NÃO QUER. Veja o vs. 18, depois que Deus falou tudo isso para eles, olha a atitude deles… “venham, façamos planos contra Jeremias. Pois não cessará o ensino da lei pelo sacerdote nem o conselho do sábio e nem a mensagem do profeta. Venham, façamos acusações contra ele e não ouçamos nada do que ele nos disser.”

Queridos, a coisa mais difícil para Deus, sabe qual é? É QUE O NOSSO QUERER ESTÁ DOMINADO PELAS NOSSAS PAIXÕES. A gente ama o pecado, as coisas do mundo. Não é que eu não consigo. É que eu gosto. Eu amo as coisas do mundo.  E você sabe qual é a dificuldade de Deus? É que ele está lidando com pessoas que pode até cair raio do céu, pode vir profeta, pode morto ressuscitar, ter milagres, acontecer tudo. Mas quem tem a chave do nosso querer, é você. E ninguém consegue demover um homem do seu querer, se ele não quiser.

Sabe qual é o drama de Deus? É lidar com pessoas que não querem. Eu não quero Deus, eu não quero! É que na verdade tem uma luta interior dentro de nós, e o nosso querer não é de Deus.

E a mensagem do evangelho é a seguinte: você quer ser um vaso nas mãos do oleiro? Você tem que ir para lá com suas próprias pernas, porque Deus não vai forçar ninguém.

Agora tem uma promessa maravilhosa: SE VOCÊ FOR, ELE FAZ DE VOCÊ UM VASO DE HONRA.

Por isso Mt 16:24 diz: se alguém quiser vir após mim (não é obrigado)…É para os que querem.

No céu não tem fechaduras, as portas não se fecham, porque lá só estão pessoas que querem amar e servir a Deus.

Então, o que estamos querendo aqui, é que Deus converta o nosso querer cada vez menos para as coisas do mundo e cada vez mais para as coisas que são de Deus.

Pr Videira

(adaptado de uma mensagem do Ricardo Gondim)

- Jer. 18:1-18

TRANSFORMANDO BARRO EM VASOS DE HONRA – Jer. 18:1-18

 

1 ¶ A palavra do SENHOR, que veio a Jeremias, dizendo:

2 Levanta-te, e desce à casa do oleiro, e lá te farei ouvir as minhas palavras.

3 E desci à casa do oleiro, e eis que ele estava fazendo a sua obra sobre as rodas,

4 Como o vaso, que ele fazia de barro, quebrou-se na mão do oleiro, tornou a fazer dele outro vaso, conforme o que pareceu bem aos olhos do oleiro fazer.

5 Então veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:

6 Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o SENHOR. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel.

7 No momento em que falar contra uma nação, e contra um reino para arrancar, e para derrubar, e para destruir,

8 Se a tal nação, porém, contra a qual falar se converter da sua maldade, também eu me arrependerei do mal que pensava fazer-lhe.

9 No momento em que falar de uma nação e de um reino, para edificar e para plantar,

10 Se fizer o mal diante dos meus olhos, não dando ouvidos à minha voz, então me arrependerei do bem que tinha falado que lhe faria.

11 ¶ Ora, pois, fala agora aos homens de Judá, e aos moradores de Jerusalém, dizendo: Assim diz o SENHOR: Eis que estou forjando mal contra vós; e projeto um plano contra vós; convertei-vos, pois, agora cada um do seu mau caminho, e melhorai os vossos caminhos e as vossas ações.

12 Mas eles dizem: Não há esperança, porque andaremos segundo as nossas imaginações; e cada um fará segundo o propósito do seu mau coração.

13 Portanto, assim diz o SENHOR: Perguntai agora entre os gentios quem ouviu tal coisa? Coisa mui horrenda fez a virgem de Israel.

14 Porventura a neve do Líbano deixará a rocha do campo ou esgotar-se-ão as águas frias que correm de terras estranhas?

15 Contudo o meu povo se tem esquecido de mim, queimando incenso à vaidade, que os fez tropeçar nos seus caminhos, e nas veredas antigas, para que andassem por veredas afastadas, não aplainadas;

16 Para fazerem da sua terra objeto de espanto e de perpétuos assobios; todo aquele que passar por ela se espantará, e meneará a sua cabeça;

17 Com vento oriental os espalharei diante do inimigo; mostrar-lhes-ei as costas e não o rosto, no dia da sua perdição.

18 ¶ Então disseram: Vinde, e maquinemos projetos contra Jeremias; porque não perecerá a lei do sacerdote, nem o conselho do sábio, nem a palavra do profeta; vinde e firamo-lo com a língua, e não atendamos a nenhuma das suas palavras.

Não existe o impossível para Deus. Ele não conhece essa palavra. Ele sabe de tudo o que está acontecendo na terra, nos planetas, no mais profundo dos oceanos. Ele sabe todas as coisas.

 

Mas há uma dimensão que para Deus é complicada. Ele enfrenta um enorme desafio de lidar com seres humanos. Até os demônios não são problemas para Deus. Manter os sistemas organizados, para Ele é fácil. Mas lidar com seres humanos, sempre foi um problema para Deus.

 

Deus não pode  exigir obediência à força. Deus poderia me forçar os seres humanos a obedecê-lo, mas ele não faz isso. Sabe por quê? É porque se Deus me forçar a obedece-lo, Ele não terá a minha SUBMISSÃO, mas a minha SUBSERVIÊNCIA.

 

Deus não pode ser muito severo com a raça humana. Porque se Deus for severo ninguém subsistirá. Todos morrerão. Mas Deus também não pode ser leniente, suave, brando com a raça humana. Porque se Ele for leniente, teremos libertinagem e não liberdade. Nós somos um problema para Deus, porque Ele não pode, por exemplo, estar de todo manifestado no nosso meio. Se Deus se manifestasse plenamente em nossa vida, seriamos ofuscados pela Sua presença. Então ELE tem que se ausentar, mas não muito, senão ficaríamos desamparados.

 

Então, somos uma dificuldade para Deus, que é fazer com eu e você o amemos, sem que ele tenha comprado o nosso amor. E como Deus ganha o amor dos homens, sem que Ele force esse amor? Como Ele pode mostrar que está presente em nossa vida, ao mesmo tempo nos dando liberdade. Como pode ser Ele misericordioso, sem estar conivente com o pecado? Ser justo sem acabar com a raça humana, perdoador e não fazer acepção de pessoas é um problema para Deus.

 

Os seres humanos tem sido ao longo da criação, um problema para Deus. É nesse contexto que o profeta Jeremias fala.

 

Jeremias era um sacerdote, antes de ser profeta. Jer. 1:1. Ele foi designado por Deus para ser profeta, ainda no ventre de sua mãe. Jer. 1:5. Começou o seu ministério durante o reinado de Josias, rei de Judá. O profeta esteve presente no funeral do rei Josias. II Crôn. 35:25. Jeremias foi celibatário, isto é, não se casou. Jer. 16:1-4. Nunca se casou porque viveu num período próximo a um grande desastre, então Deus disse a ele para não casar para que os seus filhos não sofressem. O profeta Jeremias, foi um profeta sem sucesso. Nunca conseguiu converter ninguém. Jeremias era um profeta que falava a ouvidos moucos. Então, quando você conhecer um pastor sem sucesso, lembre-se de Jeremias. Pode ser um Jeremias. A “igreja” de Jeremias era a igreja de um só membro:  era ele só. Não conseguiu ganhar ninguém. Isto está registrado em  Jer 12:6,

 

Jeremias foi um profeta odiado. Apanhou muito. Foi preso. Jer. 20:1-3. Jeremias foi perseguido e julgado como traidor (Jer. 37:11-16), porque o profeta andava por Judá dizendo: “o rei da Babilônia vai invadir Judá e é Deus quem está mandando o rei da Babilônia em cima da gente”. Então todos detestavam aquele profeta. Ele apanhou, sofreu, foi chicoteado, perseguido e tratado como traidor.

 

Quando ele está profetizando que ele ia ser um porta-voz da destruição de Deus (e não da bênção), Deus chamou o profeta e disse: “VÁ ATÉ A CASA DO OLEIRO”. O oleiro trabalha com argila molhada, gira a roda com o pé, ele mete os dois dedos no centro da argila, e vai formando um vaso.

 

Jeremias entrou, e o oleiro estava trabalhando um vaso, pote ou uma jarra. E quando ele estava criando esse pote, o mesmo se desfez nas mãos do oleiro. Estragou-se. Então o oleiro recomeçou a fazer o vaso. E fez outro vaso de acordo com a sua vontade. Então Deus diz assim: “Israel, eu posso fazer isso com você.”

 

Deus pode pegar a vida de qualquer pessoa e fazer o que quiser. Ele pode fazer isso com as estrelas, o sol, as marés. Ele pode curar um câncer, ressuscitar um morto de quatro dias. Para Deus não existe o difícil. Ele pode colocar uma moeda na boca de um peixe. Ele pode transformar água em vinho, multiplicar pães e peixes e alimentar uma multidão. Nada é difícil para Deus.

 

E você me pergunta “pastor, porque Deus não faz isso comigo? Ah, eu sou tão difícil. Porque Deus não faz isso comigo?  Porque a minha vida é tão difícil. Ele podia pegar a minha vida como barro e fazer o que quisesse comigo. Então porque ele não o faz?”

 

Vamos aprender alguns princípios que Deus quer nos ensinar a partir desse texto.

 

1 – DEUS PODERIA NOS MANIPULAR. MAS ELE PREFERE NÃO O FAZÊ-LO

Vs. 6 e 7 Deus diz: Será que Eu não posso fazer assim com vocês, Israel? Mas no S. 7 Deus diz: “Se eu decretar que uma nação ou reino converter-se, eu me arrependerei e não trarei a desgraça que eu tinha planejado”.

 

Deus pode fazer o que Ele quiser, mas ele prefere agir de acordo com as nossas atitudes, com as nossas respostas às Suas diretrizes.

 

Deus poderia pegar você, teimoso, colocar freio na sua boca e dirigi-lo para onde Ele quisesse. Não poderia? Então porque Ele não faz? Veja o que diz o Salmo 32:8-9 “Eu o instruirei e o ensinarei no caminho em que deve seguir. Não sejam como o cavalo ou burro que precisam ser controlados com arreios”.

 

Porque Deus não nos trata com cabresto? É porque seríamos robotizados. Ele teria a minha subserviência, mas nunca teria a minha obediência. Porque obediência, não se consegue com cabresto. Com cabresto, consegue-se subserviência. Eu posso tirar o cinto da minha calça, olhar para o meu filho e dizer assim “você vai fazer como eu estou mandando”. Ele faz. Mas se o seu coração não estiver disposto a obedecer, não adianta. E porque Deus não lida conosco como cabresto? É porque ele prefere nos ACONSELHAR. Deus poderia pegar a minha vida e fazer do jeito que ele quisesse. Eu iria dormir hoje à noite um pedaço de argila disforme, e acordaria amanhã uma xícara bonitinha. Mas ele estaria roubando de mim os processos de maturidade. Deus poderia pegar Israel e transformá-los num monte de gente que obedece a DEUS. Fantoches nas suas mãos, ou marionetes controlados por linhas, ou um computador que só faz o que a gente manda ele fazer. Mas Deus não quer que seja assim. Deus não quer nos manipular, mas quer que nós cresçamos no processo.

 

Por isso, vencer o pecado, não é uma obra automática do Espírito Santo. Já vi gente dizendo: “Ah, pastor, um dia o Espírito Santo vai arrancar isso de dentro de mim, e eu vou ficar livre disso”. Isso não vai acontecer!

Quando eu me converti, eu fumava e continuei fumando. Não apareceu nenhum anjo fazendo um milagre e tirando a minha vontade de fumar. Eu simplesmente parei de fumar. Venci as síndromes de abstinência e tomei a decisão. Eu quis, parei, sofri e venci o vício do cigarro.  O seu fraco é sexo? Você tem que parar de fazer o que não presta, de se prostituir, de fazer sexo fora do casamento. O Espírito Santo não vai arrancar isso de você. Você precisa tomar uma decisão de parar de pecar e seguir a Cristo.

 

 

2 – OS DESÍGNIOS DE DEUS PODERIAM SER AUTORITÁRIOS E INEGOCIÁVEIS, MAS ELE PREFERIU QUE NÃO FOSSEM.

Vs 8 a 10. Deus poderia dizer  “é assim, e acabou-se”.  Mas o que Deus está dizendo é “SE AS PESSOAS MUDAREM, EU MUDO”. Se as pessoas saírem da rebelião e entrarem na submissão, deus promete mudar o juízo em bênção. Se eu advertir e ele se converter, a desgraça deixa de ser desgraça.

 

Deus poderia dizer assim: “eu vou fazer assim e acabou-se”. Mas Deus prefere entrar num relacionamento verdadeiro e amoroso. Então, vejam bem, assim como não é muito tarde para se arrepender, nunca será tarde demais para receber a misericórdia de Deus. Assim como não é muito tarde para se arrepender, nunca será tarde demais para receber a misericórdia de deus.

 

Vejamos Deuteronômio 30:19 “hoje invoco o céu e a terra como testemunha contra vocês… coloquei a vida e a morte… bênção e maldição….” O que é que Ele manda eles escolherem?

 

Deus tem nas mãos duas coisas: um prato cheio de  e um prato de lagosta na manteiga. E Deus diz assim: “eu tenho as duas coisas, e invoco os céus como testemunha, de que estou oferecendo para você. A bênção ou a maldição. E o que você escolher, isso será teu.”

Isaías 1:18-19 … “venham, vamos refletir …. vinde e arrazoemos… ainda que os pecados sejam vermelhos como a escarlate, serão brancos como a neve. Vermelhos como a púrpura, serão brancos como a lã. Se estiverem dispostos a obedecer, comerão os frutos dessa terra. Mas se rebelarem, serão devorados à espada”.

 

Deus não trabalha de maneira arbitrária, mas em parceria. “Escolha agora”, diz o Senhor.  Jeremias 21:8 “Digam a este povo: assim diz o Senhor. Ponho diante de vocês o caminho da vida e o caminho da morte”.

 

“Ah, pastor, porque tudo é tão difícil para mim”? É porque Deus escolheu soberanamente não te manipular, mas preservar em você o direito da escolha. Escolha? Mas por que Deus faz isso? Porque Ele não controla tudo de uma vez? É porque se Deus controlasse, você deixaria de ser humano. Você passaria a ser uma besta do campo, um animal domesticado, nunca uma vida livre.

 

3 – OS JUÍZOS DE DEUS PODEM VOLTAR ATRÁS, PORQUE SÃO CORRETIVOS E NÃO PUNITIVOS.

Pastor, Deus volta atrás? Volta! Aqui está um texto que Ele volta atrás. Temos vários exemplos na Bíblia de que Ele volta atrás. O exemplo mais clássico é a historia do profeta JONAS e a cidade de Nínive. Deus disse: vai para Nínive, ele disse: não vou! Vai, não vou! Eu não disse que nós somos o problema de Deus? Ele em vez de entrar em um navio que ia para Nínive entrou em um navio que ia para Tarsis. Aí Deus enviou uma tempestade. O navio estava sendo açoitado, e ele: “não vou, não vou”…. Os marinheiros descobriram… jogaram-no no mar… aí, no meio do fedor da barriga do peixe, sendo vomitado foi… Anunciou que em 40 dias a cidade seria destruída… todos se arrependeram… até os animais jejuaram…. Aí o profeta está indo embora, e Deus manda o profeta de volta para anunciar “VOLTA E DIZ QUE EU ME ARREPENDI DO MAL QUE EU TINHA PROMETIDO FAZER SOBRE NÍNIVE”. Vai anunciar lá. Aí Jonas disse: “Eu não disse? É por isso que eu não queria ir. Porque eu sei que tu és um Deus assim, misericordioso. Eu já sabia que tu eras desse jeito. Eu já sabia de antemão que já ia dar nisso mesmo. Que tu és um Deus que se arrepende”.

 

Aí você me pergunta: porque é que Deus se arrepende, pastor? DEUS SE ARREPENDE, PORQUE OS JUÍZOS DE DEUS NÃO VISAM DESTRUIR, MAS CORRIGIR. Então tem gente que chega e diz: Pastor, Deus está pesando a sua mão sobre mim. Acho que Ele está contra mim. Aí eu digo: “contra? Deus está a favor de você!”

E se Ele está pesando a mão, é que Ele quer que o caminho que você vá, você dê meia volta e diga: não, eu não quero ir mais por este caminho! Veja Jer 18:11. “Estou preparando uma desgraça… fazendo um plano contra vocês.. por isso, converta-se!! Voltem! Porque isso que eu estou intentando contra vocês não é para destruir, é para você voltar”.

 

Você sabe por que é que a gente peca? A gente peca porque a gente se convence de que COMIGO VAI SER DIFERENTE. Eu vou conseguir. Os outros não conseguiram, mas eu vou conseguir. Os outros pecaram e se deram mal, mas eu sou mais esperto!!! O sujeito lá adulterou e acabou com o casamento e foi uma desgraça, mas eu sei administrar o negócio melhor do que ninguém!

 

A pessoa hoje que fuma sabe que vai ter câncer, efisema, morte terrível. No maço de cigarros já há essa informação. Mas o sujeito compra! Se você é fumante, saiba disso: a morte de fumante é horrível! Prepare-se!!! Mas sabem por que a pessoa começa a fumar? É porque ele diz assim: eu vou fumar, e paro a hora que eu quiser! O drogado pensa assim: o outro vai morrer mar eu não! Eu paro quando eu quiser!

 

O adúltero pensa assim: ah, isso é só uma aventura. Eu paro a hora que eu quiser. Aí ele vai se encrencando, em casa tem que mentir para encobrir outra mentira, e diz que um dia eu paro. Mas nunca para. E ele vai se convencendo! Por isso é que Deus pune o pecado, para você saber que é amargo pecar. Que é desgraçado pecar!

 

Você sabe qual é o salário do pecado? É MAIS PECADO, MAIS PECADO, MAIS PECADO, até que quando você estiver num estágio que não consegue mais administrar, vem o preço final: A MORTE!

 

 

 

4 –  O TAMANHO DO PECADO E A EXTENSÃO DO JUÍZO, ESTÃO DIRETAMENTE PROPORCIONAIS AO NOSSO GRÁU DE CONHECIMENTO

Existe pecadinho e pecadão? Existe! Opa! Quem disse que não existe? EXISTE SIM! Quer ver? Na Bíblia: Lucas 12:47-48 “aquele servo que conhece a vontade do seu Senhor e não prepara o que ele deseja, receberá muitos açoites… o que não conhece receberá poucos açoites…. A quem muito foi dado, muito será exigido….

 

João 19:11 Jesus conversando com Pilatos: “tu não terias nenhuma autoridade sobre mim, se essa não fosse dada de cima…. aquele que me entregou a ti é culpado de um pecado maior”..

 

“Há pecado que é para morte”.

 

O que determina o que é pecadinho e pecadão é o meu grau de conhecimento. Se eu sei e faço o pecado, é maior do que o pecado de quem não sabe e faz.  Porque o pecado do sumo sacerdote era maior do que o de Pilatos? É porque a quem Deus dá muito, VAI REQUERER MUITO.

 

Exemplo: uma pessoa manobrando o carro, dentro da garagem do prédio. Amassa o carro numa coluna. A pessoa é motorista nova, então o acidente é até aceitável. Agora, se um motorista da VIAÇÃO COMETA está na garagem e amassa o ônibus na coluna do galpão, tem responsabilidade maior.  Ele sabe mais! Aquele erro é inadmissível para quem conhece!

 

Pilatos mandar crucificar a Cristo, está errado. Mas, o sumo sacerdote!!!

 

Por isso, tome muito cuidado com a igreja que você vai freqüentar. Aqui na igreja Cristo é Real você está recebendo muito e crescendo em conhecimento. E quanto mais você conhece, maior é a sua responsabilidade. Se você não quer levar Deus a sério, eu sugiro que você vá para uma igreja mais leve, com mais música, com mais ofertas, com mais campanhas, mais light.

 

Por isso, preste atenção: os S. 13 a 17, a punição que veio sobre Israel foi seriíssima. “Pergunte entre as nações se alguém já fez alguma coisa dessas? Coisa horrível fez a virgem de Israel. O que você fez, foi horrível”, disse Deus. Por quê? PORQUE É TOLERÁVEL QUE SEJA FEITA EM UMA OUTRA NAÇÃO. MAS SER FEITA EM ISRAEL??? DEUS DIZ:”EU NÃO ADMITO!!!

 

 

5 – TODO O DRAMA HUMANO SE RESUME NA CONVERSÃO DO QUERER

“Eu não quero….” O grande problema nosso, não é que a gente não consegue. O PROBLEMA NOSSO É QUE A GENTE NÃO QUER. Veja o vs. 18, depois que Deus falou tudo isso para eles, olha a atitude deles… “venham, façamos planos contra Jeremias. Pois não cessará o ensino da lei pelo sacerdote nem o conselho do sábio e nem a mensagem do profeta. Venham, façamos acusações contra ele e não ouçamos nada do que ele nos disser.”

 

Queridos, a coisa mais difícil para Deus, sabe qual é? É QUE O NOSSO QUERER ESTÁ DOMINADO PELAS NOSSAS PAIXÕES. A gente ama o pecado, as coisas do mundo. Não é que eu não consigo. É que eu gosto. Eu amo as coisas do mundo.  E você sabe qual é a dificuldade de Deus? É que ele está lidando com pessoas que pode até cair raio do céu, pode vir profeta, pode morto ressuscitar, ter milagres, acontecer tudo. Mas quem tem a chave do nosso querer, é você. E ninguém consegue demover um homem do seu querer, se ele não quiser.

 

Sabe qual é o drama de Deus? É lidar com pessoas que não querem. Eu não quero Deus, eu não quero! É que na verdade tem uma luta interior dentro de nós, e o nosso querer não é de Deus.

 

E a mensagem do evangelho é a seguinte: você quer ser um vaso nas mãos do oleiro? Você tem que ir para lá com suas próprias pernas, porque Deus não vai forçar ninguém.

 

Agora tem uma promessa maravilhosa: SE VOCÊ FOR, ELE FAZ DE VOCÊ UM VASO DE HONRA.

 

Por isso Mt 16:24 diz: se alguém quiser vir após mim (não é obrigado)…É para os que querem.

 

No céu não tem fechaduras, as portas não se fecham, porque lá só estão pessoas que querem amar e servir a Deus.

 

Então, o que estamos querendo aqui, é que Deus converta o nosso querer cada vez menos para as coisas do mundo e cada vez mais para as coisas que são de Deus.

 

Pr Videira

 

(adaptado de uma mensagem do Ricardo Gondim)

 

 

 

Gostou deste esboço? Receba outros esboços gratuitamente.