“Que fareis, pois, irmãos? Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação.” (I Co. 14.26).

“Mas faça-se tudo decentemente e com ordem.” (I Co. 14.40).

 Nas duas referências acima, o Apóstolo Paulo orienta a igreja de Corinto a preservar no culto cristão três coisas importantíssimas, com relação ao objetivo central e finalidade do ato de adoração cristã, ou seja, o culto cristão precisa ter: EDIFICAÇÃO, DECÊNCIA E ORDEM.

 Primeira – Fazer tudo para EDIFICAÇÃO (edificação no grego: “oikodomeo” que significa no entendimento de “W.C. Taylor”: edifico, re-editifico, promovo aumento na sabedoria, afeto, graça, virtude, santidade e bem aventurança cristã. “Thayer” afirma que é: animo a, impulsiono a, I Co. 8.10).

 A Bíblia Pentecostal trás a seguinte definição para Edificação: “fortalecer e promover a vida espiritual, a maturidade e o caráter santo dos crentes. Essa edificação é uma obra do Espírito Santo através dos dons espirituais, pelos quais os crentes são espiritualmente transformados mais e mais para que não se conformem com este mundo (Rm. 12.2-8).”

 Segundo Russel Normam Chaplin, Ph. D, diz  a respeito: “O apóstolos como que estava obcecado com a necessidade “edificação”, como a grande finalidade dos cultos cristão”.

Aprenda a ser u pregador de excelencia hoje mesmo

 “A Igreja necessita ser edificada, corrigida, consolada e instruída, a fim de que todos os seus membros se conformem mais intimamente à imagem de Cristo”.

 

Segunda

Fazer tudo DECENTEMENTE… (no grego: “euschemonos” que significa: decentemente, honestamente, dignamente). Tem sentido de decoros, formoso, elegante, ilustre.

É do texto e da própria palavra “DECENTEMENTE”, que o sentido do culto cristão primitivo devia ter na prática, ação de decoro, honestidade e dignidade, por parte de todos os seus participantes.

 É importante registrar que, uma reunião de adoração, ou um culto cristão que não segue apropriadamente um roteiro decente, diga-se, decoroso, digno, honesto, por aqueles que o promovem, descaracteriza, certamente, essa sagrada reunião que deve ser promovida com a máxima reverência de todos.

 

Terceira

Fazer tudo COM ORDEM. (no grego: “taziz” ordem determinada, sucessão fixa, regulamento, regra, ordem, atitude ordeira).

O culto cristão e tudo que se fazia nele, precisava de disciplina rígida, no que tange a afastar os excessos e abusos, principalmente, no cerimonial da “ágape” e até mesmo a desordem que existia quanto ao exercício dos dons espirituais, “descentemente, o que requer, o bom gosto e o comportamento cristão apropriado, e em ordem, que indica um método e uma regra de proceder estritamente cristãos.” (Findlay)

Fonte: ECB – Escola de Capacitação Biblica